Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Nessa área o IBDA tem a parceria da Eternit. Atuando no Brasil desde 1940, líder no mercado brasileiro de telhas e caixas-d’água na construção civil brasileira, dentro de seu objetivo estratégico de consolidar a marca como provedora de produtos e soluções para a construção civil, revoluciona o segmento de louças sanitárias e lança no setor produtos que combinam beleza e funcionalidade.
Das elegantes cubas aos arrojados vasos sanitários de peças únicas, sem esquecer os requintados modelos de pias, o consumidor alia tudo isso à marca Eternit.
Saiba mais: www.eternit.com.br

Em Lavabos, banheiros e salas de banho (veja mais 27 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

11 pontos de atenção na hora da instalação dos produtos para o banheiro



Quem nunca viveu um pesadelo na hora da instalação de louças, metais e acessórios de banheiro? Se você é arquiteto ou designer de interiores, provavelmente já passou alguma vez por essa situação: tudo estava indo bem até que, no momento da instalação, você recebe um telefonema diretamente da obra comunicando a ocorrência de algum imprevisto…

Essa situação (apesar de nada agradável) pode ser mais comum do que se pensa, e é possível se precaver por meio de alguns cuidados, que serão apresentados a seguir em 11 pontos de atenção.

1 – Instalando cubas e lavatórios: verificar alinhamentos dos eixos


Um dos problemas mais frequentes no momento da instalação de cubas e lavatórios no banheiro é o desalinhamento entre o eixo de saída da cuba (que geralmente está localizado no centro da cuba) e o ponto de esgoto executado na obra. Apesar das medidas estarem previstas em projeto, podem ocorrer divergências no executado na obra, devido a algum impedimento encontrado no percurso da construção ou mesmo por erros de execução.

Para evitar essa situação, aconselha-se que sempre antes da instalação das cubas e lavatórios seja realizada a verificação in loco da posição dos pontos hidráulicos executados. A partir da conferência, pode-se então liberar a instalação das louças ou mesmo readequar o projeto à situação existente.

Em casos em que o projeto não possa ser alterado, o deslocamento dos eixos impedirá que você utilize um sifão fixo. Recomenda-se então o uso do sifão flexível, que conseguirá fazer o desvio necessário. Se o sifão for aparente, sugere-se o uso do sifão cromado, esteticamente mais interessante.

2 – Altura da cuba e lavatório do banheiro
Outro ponto de atenção na instalação de cubas e lavatórios é a altura em que serão posicionados esses elementos. Recomenda-se, em geral, a altura de 85cm a 90cm entre a cuba e o piso. Essas medidas referem-se à altura final do topo da cuba, ou seja, se o modelo da cuba for de apoio, a bancada deve estar posicionada mais abaixo, para que a altura final do conjunto cuba+bancada seja 90cm.

É importante lembrar que essas dimensões podem variar de acordo com a estatura das pessoas que utilizarão o banheiro. A altura ideal é sempre aquela que é confortável e ergonomicamente eficiente ao usuário.

3 – Instalando o vaso sanitário: preste atenção na distância do vaso da parede
Atenção na instalação do vaso sanitário: em modelos com caixa acoplada, é necessária uma distância mínima entre o ponto de esgoto e a saída do vaso.
Por padrão, o ponto de esgoto deve ficar a 30cm da parede acabada e executado com tubo de Ø100mm. Já o ponto de água deve ser locado a 20cm do piso acabado e a 15cm do lado esquerdo do centro da bacia. Além disso, o ponto de esgoto deve estar rente ao piso acabado ou com no máximo 10mm sobressalente.

4 – Válvula de descarga
Se o local de instalação é um edifício de mais de três andares, há uma diferenciação entre as válvulas de descarga: para os últimos andares são usadas válvulas de baixa pressão e para os primeiros andares, válvulas de alta pressão. Normalmente, estas últimas são recomendadas quando a coluna de água é superior a quarenta metros.
A pressão também é muito importante na hora de escolher um chuveiro para o banheiro.

5 – Escolhendo os metais do banheiro
Procure especificar todos os metais sanitários de uma mesma linha e fabricante (misturadores, torneiras, válvulas de descarga, reguladores, entre outros). As marcas costumam oferecer a linha completa, garantindo assim uma mesma linguagem de desenho e acabamento para todas as peças.

Isso proporciona maior uniformidade e coesão no projeto, evitando diferenças de tom e estilo.

6 – Furando paredes para instalação do kit banheiro


Outra situação bastante comum em obra é o rompimento de canos durante a perfuração da parede para instalação de acessórios e metais de banheiro. Isso ocorre basicamente porque a furação não foi planejada.

Em primeiro lugar, antes de sair furando, deve-se analisar o projeto hidráulico da edificação, que apontará o caminho da tubulação. Caso o imóvel seja relativamente recente, o proprietário do imóvel pode ter esse documento junto ao manual que recebeu da construtora ou do condomínio.

Outra alternativa é consultar o síndico do prédio ou a própria construtora do imóvel.

Em caso de projetos hidráulicos indisponíveis (imóveis antigos, por exemplo) a dica é procurar furar sempre fora dos eixos onde estão os registros, pois esse é um local onde seguramente está passando tubulação.

Outra dica é que os furos sejam feitos na parte do rejunte dos azulejos, deve-se evitar furar a superfície do revestimento por se tratar de um material rígido e quebradiço.

7 – Se não for possível furar paredes para instalar os produtos para banheiro
Podem haver situações em que não é possível furar a parede, por questões de obra ou mesmo preferências pessoais do cliente.

Nesse caso, sugere-se utilizar acessórios de bancada ou de piso, que funcionam como suportes independentes. Além disso, outras alternativas podem ser utilizadas como as ventosas ou outro tipo de fixadores e cola com câmara, que tem boa fixação e não deixa resíduos quando removida.

8 – Altura de instalação dos acessórios no banheiro
Para maior funcionalidade e conforto no banheiro, é fundamental que os metais e acessórios sejam instalados em alturas e posições adequadas.

Toalheiros grandes devem ser instalados na altura de 1,50m a 1,80m do piso e o mais próximo possível do box. No caso de um banheiro utilizado por duas pessoas, recomenda-se a instalação de dois toalheiros ou um único de tamanho suficiente para acomodar duas toalhas.

Já os toalheiros pequenos devem estar localizados próximos à bancada, instalados a uma altura média de 30cm do tampo.

A ducha higiênica pode ser instalada a uma altura entre 0,70m e 1m do piso. É importante analisar em que parede ela será instalada, pois deve existir um espaço confortável para o manuseio da mesma.

Da mesma, forma a papeleira deve estar ao alcance do braço e próxima ao vaso sanitário. A altura recomendada para a instalação desse acessório varia entre 0,50m a 0,60m do piso.

Ressalta-se que essas dimensões podem variar em casos de particularidades do cliente, como por exemplo, preferências pessoais, altura diferenciada, entre outros.

9 – Pressão d’água
Sempre verifique se os metais escolhidos suportam a pressão d’água existente na obra. Essa informação é encontrada nos manuais técnicos dos produtos. A maioria dos aparelhos (chuveiros, misturados e torneiras) é desenvolvida para suportar diferentes tipos de pressão em colunas de dois até quarenta metros.

Se a torneira for instalada e o resultado quando testada for um desagradável jato que espirrou água para todos os lados, trata-se da pressão d’água que está muito forte. Para diminuir a pressão, podem ser instalados em torneiras e chuveiros reguladores de pressão, que são como válvulas que regulam a passagem de água.

10 – Cuidados com segurança!
Evite instalar acessórios como toalheiros, por exemplo, em locais onde possam ser utilizados ocasionalmente como barra de apoio. Por não terem sido desenvolvidos para esse fim, os produtos podem não resistir ao peso, ocasionando eventuais acidentes.

Além disso, a localização de todos os acessórios não deve impedir nem comprometer a circulação no banheiro.

11 – Escolhendo a marca
Apostar em marcas confiáveis e que tenham credibilidade no mercado é o primeiro passo para evitar maiores complicações a longo prazo. Além do design, os produtos de banheiro devem apresentar eficiência e durabilidade.

Não esqueça de verificar a garantia dos produtos e se estão em conformidade com as normas técnicas de segurança.

Com essas dicas, espera-se que muitas situações de surpresa durante a instalação dos produtos de banheiro sejam minimizadas ou mesmo evitadas. Boa sorte e bons projetos!



Fonte:vivadecora.com.br




Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue







Comentários

Mais artigos

11 pontos de atenção na hora da instalação dos produtos para o banheiro

Lavabo ou Banheiro — Você Sabe as Diferenças entre Eles?

Como limpar o banheiro? Dicas para uma limpeza completa

Um banheiro inovador, como construí-lo.

8 Dicas de Decoração de Banheiros Modernos

Como escolher as louças do banheiro

Como reformar banheiros sem enlouquecer!

Como planejar o seu banheiro para que ele fique mais agradável e bonito

Reforma ou projeto do banheiro: bidê ou ducha higiênica?

Definindo as louças sanitárias no seu projeto.

5 dicas para acertar na escolha das louças do banheiro

Como escolher as louças do banheiro?

Água, como reduzir o consumo no banheiro?

Para o seu banheiro ficar na moda!

Banheiro, como torná-lo mais aconchegante

Atenção na hora de criar um novo banheiro em imóveis antigos

Banheiro pode virar sala de banho com boa iluminação

Como planejar um banheiro com banheira

Água, como reduzir o consumo no banheiro?

Como decorar banheiros pequenos

Decore seu banheiro com estilo

Como decorar um banheiro com estilo

Como decorar um banheiro

Os banheiros dos espaços corporativos precisam ser sisudos e desconfortáveis?

Banheiro: 10 erros comuns em projetos.

Criando banheiros bonitos

Eternit: além das telhas e mais do que caixas d`água

Bacias sanitárias e o consumo de água