Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

por Alexandre Fracchetta

Substituiçao de lampadas incandescentes x fluorescentes



Na ansiedade de economizarmos energia e fazermos cumprir todos os itens de eficiência energética que os atuais conceitos estão impondo aos profissionais da área, acabamos esquecendo de analisar os casos com maior cuidado. Não questiono aqui quanto à economia das lâmpadas fluorescentes sobre as incandescentes, porém devemos analisar os efeitos negativos que as lâmpadas fluorescentes podem causar á rede de energia elétrica pelo uso de reatores que acabam gerando harmônicos e distorções na rede de energia.

Sua presença no sistema elétrico pode causar situações inconvenientes, como a queima de motores e o mau funcionamento de equipamentos eletrônicos mais sensíveis há variações de freqüências ou ruídos de rede.



O objetivo desta matéria é alertar e avaliar as distorções de onda e corrente de lâmpadas fluorescentes de diferentes tecnologias e fabricantes. Para tanto o fator de potência dos reatores a distorção harmônica total (DHT) a potencia ativa consumida, quantidade de iluminamento e principalmente a procedência, pois não basta só trocarmos uma lâmpada pela outra sem verificar estes itens. A Fluorescente foi introduzida em 1938 no mercado e ganhou o lugar devido ao baixo consumo de energia e alto nível de luminosidade e o conseqüente pequeno custo. Acabou por substituir, principalmente na área industrial as incandescentes que já estavam no mercado desde 1879.

Portanto antes da simples substituição devemos avaliar a aplicação da lâmpada e ambiente, escolhendo um produto de fabricante idôneo que executa testes do produto dentro das normas de utilização.

Outro fator ainda mais importante que se observou durante os testes é que a qualidade do reator é ainda mais importante que a própria lâmpada, pois nele está o circuito eletrônico que faz o disparo da corrente para o acendimento da luminária.

Portanto quando objetivo a ser atingido é eficiência energética e qualidade de energia elétrica em sistemas de iluminação com lâmpadas fluorescentes, há de ser levado em conta o desempenho do conjunto lâmpada-reator e principalmente quando se faz o uso de reatores com ajuste de luminosidade ( dimerizáveis).

Devemos começar a avaliar também o uso das lâmpadas LED cujo custo esta diminuindo e já tornando viável sua aplicação, mesmo em residências.


Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.



Comentários

Mais artigos

12 erros que comprometem a instalação elétrica de uma residência

Sobre o Lixo Eletrônico

Erros que comprometem a instalação elétrica de uma residência

Como detectar problemas nas instalações elétricas

5 problemas na rede elétrica que afetam seus equipamentos

A importância da manutenção nas instalações eletricas

Como evitar riscos elétricos na construção civil

Como evitar acidentes com Eletricidade

O que está acontecendo com nosso clima? Descargas atmosféricas e seus efeitos

A importância do projeto elétrico residencial

Com que frequência devemos renovar a instalação elétrica no condomínio?

Dicas de segurança com a energia elétrica

Internet pode trafegar pela rede elétrica

Gravidade do Choque Elétrico

Lâmpadas incandescentes: saem do mercado até 2016

Atmosferas Explosivas - Instalações elétricas - Gerenciamento de Riscos

Por que devemos contratar um eletricista para fazer um Aterramento Elétrico?

Como Prevenir Incêndios Elétricos em Casa

Instalações eletrônicas em ambientes hospitalares.

Aterramento elétrico

Iluminação, introdução aos sistemas de controle

Substituiçao de lampadas incandescentes x fluorescentes

Construção Civil e os Acidentes com Instalações Elétricas

As radiações eletromagnéticas no ambiente doméstico

Folhas luminosas de fibras ópticas superam deficiência dos LEDs

Consumo residencial de energia elétrica cresce quase 8%. Como economizar?

Chuveiro elétrico é mais econômico que aquecedores

Novo padrão de tomada elétrica brasileiro

Aterramento e proteção contra descargas atmosféricas

Plugues e tomadas, Brasil adota padrão

Iluminação em baixa voltagem

Instalações elétricas : Previna seu patrimônio contra danos

Semáforo plano de LEDs é mais leve e reduz custos de instalação e manutenção

Dimensionamento cuidadoso e execução correta garantem instalação elétrica de qualidade

Cobre valorizado no mercado internacional afeta Brasil e incentiva roubo de condutores elétricos e de cargas

Distúrbios elétricos provocam problemas em eletrodomésticos

Procobre cria programa de melhoria das instalações elétricas