Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Arquitetura Inclusiva (veja mais 54 artigos nesta área)

Daud lança pisos especiais para saídas de emergência e rotas de fuga



Seguindo o que determina a norma NBR 9442/86 , atendendo a instrução técnica 10/01 - CMAR – Controle de Materiais de Acabamento do Decreto Estadual 46.076/2001 do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, a Daud desenvolveu em seu processo fabril o piso de borracha de “Classificação A”, especialmente indicado para utilização em:

- Rotas de fuga: local onde a saída é o mesmo local de entrada, ou seja, concentra um número muito grande de pessoas.

- Saídas de emergência: locais preparados previamente para saídas emergenciais em caso de incêndio.

- Orientações do Corpo de Bombeiros quanto ao CMAR:

1 - O CMAR empregado nas edificações, destina-se a estabelecer padrões para o não surgimento de condições propícias do crescimento e de propagação de incêndios, bem como geração de fumaça;

2 - Será exigido o CMAR, em razão da ocupação e uso, e em função da posição dos materiais de acabamento, materiais de revestimento e materiais termo acústico visando:

a)Piso
b)Paredes / divisórias
c)Teto / forro
d)Cobertura

Foto: Saída de Emergência - Hospital da Mulher Dr. Arnaldo

3 - As exigências quanto à utilização dos materiais serão requeridas conforme a classificação;

4 - Os métodos de ensaio que devem ser utilizados para a classificação dos materiais com relação ao seu comportamento frente a reação ao fogo seguirão padrões de especificações na fabricação do produto;

5 - Todas as Rotas de fuga deverão possuir CMAR classe I ou classe II ver tabela B e as saídas ou emergência classe I ou classe II.
O piso de borracha “Classificação A” tem resistência a flamabilidade, antiestático e características antiderrapantes cumprindo com a norma de segurança, bem como oferecendo conforto e qualidade.

Foto: Obra Etapa – Rota de Fuga


Recomendações:
A construtora deve avaliar as condições do piso, o fluxo de pessoas que transitam no local, diferenciar o tipo de piso para cada área, respeitar as normas técnicas solicitadas e sempre seguir as recomendações de aplicação e limpeza do fabricante para que o produto tenha o desempenho esperado.




Comentários

Mais artigos

A arquitetura inclusiva é a arquitetura que respeita a diversidade humana e gera acessibilidade para todos

Os pré-requisitos da arquitetura universal

Projetando a melhor idade

Arquitetura inclusiva, Desenho universal é a palavra-chave para alcançar a acessibilidade

Leis de acessibilidade e desenho universal

Acessibilidade, um direito de todos.

Acessibilidade, é direito de todos!

Espaços edificados para o idoso: condições de conforto.

Decore a casa para os idosos

Quarto para idosos

Arquitetura Inclusiva – Uma nova cultura

Como Adaptar a Casa Para Idosos?

Arquitetura Inclusiva e seus desafios

Aplicação do Desenho Universal no Visual Merchandising

Arquitetura Inclusiva e Desenho Universal: Qual seu valor de mercado?

Banheiros mais funcionais revelam adaptações com sutileza e elegância

Desenho universal para moradia popular

Acessibilidade e a visão do futuro

Calçadas e acessibilidade

Design Inclusivo: Benefício para todos

Idosos transformam o mercado imobiliário

Incentivo X Proibição das portas de 60 e 70 cm

Casa para a vida toda? Para todos?

Acessibilidade universal

Idosos : Conforto e autonomia em casa!

Projeto inclusivo de verdade

Arquitetura inclusiva : Casa para o idoso.

A arquitetura como instrumento de inclusão social

Crise? Momento ideal para novos mercados, novos desafios. Para os profissionais e para a indústria.

Projeto piloto comprova viabilidade econômica da casa universal

1ª Jornada Nacional de Arquitetura Inclusiva : quanto representa economicamente esse mercado no mundo imobiliário ?

Curso de Arquitetura Inclusiva - Teoria e Prática

Serviço online permite que cegos naveguem na Internet de qualquer computador

Espaços Sentidos Universais

Atenção, profissionais da construção: chegou a Cartilha da Acessibilidade

Lançamento do livro - Acessibilidade nos Municípios - como aplicar o Decreto 5296/04

Daud lança pisos especiais para saídas de emergência e rotas de fuga

Ergonomia é fundamental em respeito ao cliente!

Projeto obriga construção de apartamentos para deficientes

Piso Tátil por quê?

Lançamento do livro - Desenho Universal -

1º Workshop de Arquitetura de Informação, Acessibilidade & Usabilidade

A Igualdade Começa pelo Planejamento da Cidade

Projeto de sistema estrutural de orientação urbana para deficientes visuais

Joystick virtual substitui mouse por comandos de voz

Conheça o primeiro projeto com aplicação do Universal Design lançado no Brasil

Acessibilidade e a Visão do Futuro

Programa transforma voz em linguagem de sinais

Desenho Universal: reflexão e ação repercute no meio

Universal Design na Arquitetura

Desenho Universal: reflexão e ação

Moradias do futuro aliam conforto, segurança e também acessibilidade

Acessibilidade e sua importância nos projetos de hoje e do futuro

Design Universal na Arquitetura

Porta que otimiza espaço