Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Engenharia de Custos (veja mais 21 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

Como aplicar a gestão de projetos na Engenharia Civil



Parte essencial do trabalho de um engenheiro civil é lidar com planejamentos. Além de desenvolver todas as etapas específicas de um projeto de construção, nas quais o profissional se capacita durante a graduação, é imprescindível que um engenheiro também saiba lidar com os fundamentos da gestão de projetos.

Afinal, é através de um bom gerenciamento que se entrega um produto final perfeito ao cliente: a obra consolidada.



Apesar disso, é difícil encontrar um engenheiro civil que domine o conhecimento avançado em gestão de projetos. E ter essa habilidade no currículo é uma segurança a mais para quem contrata os serviços do seu escritório de engenharia.

Ao tratar de negócios com um profissional experiente em gerenciamento e planejamento, diminui-se as chances de erros e dores de cabeça até a conclusão do projeto.

As vantagens de adotar o gerenciamento de projetos são muitas, entre elas:

- A redução de custos, devido ao planejamento que evita desperdícios e gera economia para a obra

- Evita situações de risco

- Maior controle geral sobre as etapas da obra

Elencamos aqui, de forma resumida, as principais etapas que permeiam uma boa gestão de projetos. Use-as para direcionar o seu trabalho e garantir maior produtividade no canteiro de obras e no escritório de engenharia.

1. Planejamento

O planejamento é a parte mais importante de qualquer projeto. É nesse documento que o engenheiro deve definir o objetivo da obra e os elementos para atingi-lo. Além do tipo de obra que se espera ter como resultado final, o planejamento deve estipular as etapas do projeto – como pré-obra, projeto arquitetônico, fundação, projetos elétricos, hidráulicos, entre outras. Para cada uma dessas obras, o ideal é planejar os seguintes tópicos:

Prazos: em quanto tempo a etapa deve ser concluída? Qual a estimativa para conclusão e para eventuais atrasos?

Custos: qual é o custo total dessa etapa da obra? Ao definir o orçamento para cada uma das etapas, fica mais fácil ter uma visão do custo total do projeto.

Mão-de-obra: quem é a equipe responsável por executar cada uma das etapas? Os funcionários estão cientes de suas metas e dos prazos? É preciso contratar mão-de-obra de fora para executar o projeto dentro da data estipulada?

Equipamentos e materiais: quais são os artefatos e materiais necessários para realização da obra? Tenha certeza de que tudo será listado em quantidades exatas, para evitar atrasos e despesas de última hora.

Segurança: existe um plano de segurança e emergência para os trabalhadores e para obra?

Esses são os tópicos principais que devem permear um planejamento. Você pode adaptá-los e inserir outros conforme a demanda do seu projeto. Para desenhar um projeto em ambiente digital, indicamos ferramentas especializadas em gestão de projeto. Com elas, a apresentação do planejamento e o acompanhamento das ações ficam muito mais fáceis de serem visualizados.

2. Gestão em tempo real

Depois de ter um projeto bem desenhado, é necessário acompanhar o andamento de cada uma de suas etapas. Não é preciso apenas estabelecer os recursos; um bom gestor faz um acompanhamento eficiente da utilização de recursos, sejam eles humanos ou materiais. A gerência minuciosa de um projeto ajuda o engenheiro a lidar com imprevistos de forma a não prejudicar os prazos e orçamento estabelecidos.

É importante reunir a sua equipe e apresentar a ela o planejamento em detalhes. Depois, fazer reuniões esporádicas para acompanhar o avanço do trabalho dos times envolvidos. Garanta que todos estão na mesma página quanto aos procedimentos e objetivo final. Ouça as pessoas que estão diretamente implicadas na obra, levante possíveis conflitos e problemas e resolva-os o mais rápido possível.

Com um acompanhamento diário ou semanal, você não deixa escapar nada sobre o seu projeto; e ainda faz uma ótima gestão de pessoas e de obra.


Fonte:selecaoengenharia.com.br




Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Como aplicar a gestão de projetos na Engenharia Civil

Como ter um controle dos custos da obra com a produtividade?

Aprenda melhorar o controle de gastos em uma construção civil

Como organizar as finanças em empresas de serviços de construção civil

Qual a importância da Engenharia de Custos na obra?

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los para Executá-los.

Orçamentação e custo de obras civis

A gestão de projetos para o setor da construção civil no Brasil

Como medir a produtividade na construção civil

Estrutura de Custos para Viabilizar Pequenas e Médias Construções

Apropriação de custos na construção civil

A Realidade da Engenharia de Custos no Brasil

A importância histórica dos Orçamentos e Custos das Construções no Brasil

Orçamento de Obras e Cálculo do BDI

O valor do engenheiro de custos

Viabilidade de Executiva de Obras e/ou Serviços de Engenharia.

A Importância do Controle dos Gastos em Obras de Construção Civil

Custo - resultado na construção

Controlar custos não é simplesmente reduzir custos

Tabela para Estimativas

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los

Gerenciamento Total de Custos