Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Engenharia de Custos (veja mais 17 artigos nesta área)

por Olegário Mariano de Oliveira

A Importância do Controle dos Gastos em Obras de Construção Civil



Se você é daqueles que acha que sempre pode gastar sem pensar, que depois corre atrás do “prejuízo”, saiba que no ramo de construção civil, nem sempre isso é recomendado. Às vezes uma obra inacabada por falta de verba, pode levar a deterioração da mesma e colocar em risco todo o capital já investido.

Se “comprar por impulso” faz parte do seu cotidiano, saiba que esta atitude não cabe para quem quer construir, pois se você planeja um determinado tipo de material e na hora de comprar se deixa levar por uma propaganda qualquer e muda este tipo, pode ser que tenha de rever “n” outros custos por conta disso. Por exemplo, se você planejou usar tijolo baiano e na hora H optou pelo comum, saiba que terá de rever os consumos de ferro, pedra, areia e cimento, além é claro do custo da mão-de-obra para assentamento.


Acima, comparativo somente da quantidade de tijolos e do consumo de argamassa para assentamento. (fonte: www.ufrrj.com.br)

Outra dica é a respeito das compras a prazo. Para não perder o controle dos gastos, anote sempre o número de parcelas e os valores que serão pagos a cada mês.

Tão importante quanto a previsão do custo da obra, é o acompanhamento dos gastos da mesma, para que a qualquer momento você possa comparar o previsto com o realizado e corrigir o “rumo”, se for necessário.

Recomenda-se que tanto a previsão do custo, quanto o acompanhamento dos gastos, tenham um nível de detalhamento suficiente, para pelo menos se ter a visão da obra por fases.

Existem vários recursos para se fazer estes controles. Para a previsão dos custos temos vários sistemas, alguns simples e outros mais complexos, inclusive com apropriação de custo contábil, geralmente utilizado por grandes construtoras e incorporadoras.

Para o usuário final e pequenos construtores ou empreiteiros que não podem bancar a aquisição de um sistema para isso, o boa e velha planilha pode ser um recurso bem interessante. Também temos no mercado sites que podem auxiliar o usuário nesta tarefa, um exemplo para o controle dos gastos é o site www.controlaobra.com.br, que além de ser de uso gratuito, também permite a interação com as planilhas dos usuários através da geração dos relatórios dos gastos em formato excel.

Em resumo, o importante é controlar. Não se pode deixar as coisas “correrem” sem o mínimo de controle, pois podemos passar facilmente de um sonho para um pesadelo e é claro ninguém quer isso, não é?


Olegário Mariano de Oliveira, diretor do portal www.controlaobra.com.br, que disponibiliza serviço gratuito para você acompanhar os gastos de sua obra, com relatórios por Fase, Material e Geral.

Conheça o curso a distancia IBDA-SitEScola: Viabilidade Executiva em Empreendimentos na Prática de Engenharia de Custos.

Comentários

Mais artigos

Qual a importância da Engenharia de Custos na obra?

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los para Executá-los.

Orçamentação e custo de obras civis

A gestão de projetos para o setor da construção civil no Brasil

Como medir a produtividade na construção civil

Estrutura de Custos para Viabilizar Pequenas e Médias Construções

Apropriação de custos na construção civil

A Realidade da Engenharia de Custos no Brasil

A importância histórica dos Orçamentos e Custos das Construções no Brasil

Orçamento de Obras e Cálculo do BDI

O valor do engenheiro de custos

Viabilidade de Executiva de Obras e/ou Serviços de Engenharia.

A Importância do Controle dos Gastos em Obras de Construção Civil

Custo - resultado na construção

Controlar custos não é simplesmente reduzir custos

Tabela para Estimativas

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los

Gerenciamento Total de Custos