Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Exercício Profissional (veja mais 126 artigos nesta área)

por Arq. Ignez Ferraz

Invista no Arquiteto!



É comum escutarmos que "O arquiteto onera uma obra, cria projetos inexeqüíveis, etc,etc,etc". Entretanto, ao contrário do que se lê, se ouve e se prega, este profissional foi treinado para otimizar espaços e custos. Aprende durante 5 anos universitários (e outros tantos mais de prática) sobre a melhor maneira de solucionar espaços arquitetônicos -- iluminação, ventilação, circulação -- sempre preocupado com seu entorno. Sem contar os conhecimentos prementes de ecologia e arquitetura auto-sustentável.

O Arquiteto minimiza estruturas e instalações (elétrica, hidráulica, esgoto), coordenando suas interligações para que todos os elementos sejam compatíveis; une forma e função na proporção estética interior x exterior, dentro do contexto orientação geográfica, condições climáticas e topografia. Tudo isso dentro de uma idéia original, é claro!

O Arquiteto desenvolve um projeto executivo a partir do anteprojeto -- que é apenas a parcela que o leigo re(conhece) -- onde os detalhamentos (de alvenaria, esquadrias, marcenaria, banheiros e cozinhas) viabilizam a construção. Nos projetos públicos existe ainda a preocupação com o simbolismo.

O Arquiteto acompanha a execução da obra, tirando dúvidas dos operários e solucionando as novas demandas dos proprietários em tempo hábil, para que o seu cronograma não seja prejudicado. É ainda o coordenador de projetos complementares como paisagismo, luminotécnica e sonorização.
Portanto, INSISTA no ARQUITETO!
Você confia no analista, paga médico e dentista e no arquiteto não há quem INVISTA? INSISTA. Seu trabalho faz bem à vista e ainda sai na revista! É importante contratar (desde o início) este profissional para todo tipo de intervenção (projetos, obras, reformas), seja esta residencial, comercial ou institucional, de pequeno ou grande porte. Afinal, sua casa não é produto descartável e seu tempo também é precioso.

OK, até aqui já vimos que o Arquiteto é o profissional indicado para encontrar o melhor custo/benefício e executá-lo da maneira mais prática e objetiva. Mas POR QUÊ?

Profissional multifunção

Além de todos os itens já citados, o Arquiteto se mantém informado sobre os novos materiais lançados no mercado e equilibra suas texturas e cores, muitas vezes utilizando-a de maneira não tradicional. O Arquiteto desenha perspectivas (à mão livre, ou no computador) e elabora maquetes para que o cliente possa melhor compreender sua concepção, além de dominar programas computacionais como Autocad, Corel Draw e Photoshop, que tornam o projeto mais dinâmico. Sem o uso de programas computacionais, muitos projetos não poderiam se viabilizar devido à complexidade de suas propostas.

O Arquiteto brilha em outras áreas também, sendo reconhecidos como designers de mobiliário, artistas plásticos, luminotécnicos, cenógrafos ou até mesmo cineastas. Isto porque o conhecimento tecnológico e artístico que ele deve absorver habilita-o a trilhar diversos caminhos. Dele ainda se espera que esteja atualizado sobre o que há de mais contemporâneo no mercado nacional e internacional. UFA!

Pois no Brasil este múltiplo projetista muitas vezes recebe menos que um mestre-de-obras. Segundo uma pesquisa da Revista VEJA, o Arquiteto é hoje o profissional (curso superior) com a menor remuneração do mercado. Já nos países do primeiro mundo, a CRIAÇÃO é o item mais valorizado. Em diversos países da Europa o vestibular de Arquitetura é mais disputado do que Medicina e o profissional é chamado de "Doutor Arquiteto". Às vezes o curso dura 6 anos, quando não 7, como é o caso da Inglaterra, pois estágios em obras e escritórios são obrigatórios.

Esta desvalorização fica bem clara nos lançamentos de edifícios residenciais, onde se destacam apenas os nomes do Incorporador, da Construtora e até mesmo do decorador. Muitas vezes no próprio stand de vendas a informação do verdadeiro autor é omitida. Na execução de Interiores, construtoras -- muitas vezes comandadas por arquitetos -- também são preteridas por empreiteiros, esquecendo-se este cliente de todo conhecimento e responsabilidade técnica envolvidos numa obra.

O que não falta são exemplos de reformas mal acabadas, com instalações que não funcionam, ausência de ergonomia básica, obras intermináveis onde o custo dos erros é sempre do proprietário. A expressão popular “o barato sai caro” cairia como uma luva na grande maioria dos casos.

Portanto, INVISTA no ARQUITETO!

É importante contratar (desde o início) este profissional para todo tipo de intervenção (projetos, obras, reformas), seja esta residencial, comercial ou institucional, de pequeno ou grande porte. Afinal, sua casa não é produto descartável e seu tempo também é precioso.



Veja também artigo relacionado, A importância de contratar um Arquiteto e como proceder





Está à procura de emprego? acesse: https://br.jooble.org/vagas-de-emprego-arquiteto

Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Como se destacar no mercado de trabalho da engenharia

Os desafios do arquiteto

6 Conselhos poderosos para arquitetos recém-formados

Abrir negociações é tão importante quanto fechar negócios

Exigência de titulação acadêmica para contratação de profissionais de mercado: Um enorme equívoco

O Facebook e a formação continuada dos profissionais

Principais Dificuldades de um Arquiteto sem Renome ou Iniciante

O buraco é mais em cima.

Arquiteto ou Engenheiro?

Tempo integral

Metáfora futebolística - A preparação física

21 dicas para uma vida bem sucedida na arquitetura

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto depois da prestação do serviço

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto durante a execução do serviço

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto durante a negociação do serviço

Indicadores de desempenho nos escritórios de arquitetura e de engenharia

Como ser um engenheiro civil de sucesso.

Se o seu escritório fosse um time de futebol, em qual divisão ele estaria jogando?

Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro : Profissionais que transformam sonhos em realidade

O buraco é mais em cima.

E o que faz o profissional da arquitetura de TI?

Conheça o perfil do Engenheiro para o mercado de trabalho

Como estar preparado para o primeiro contato com o cliente?

A importância da Engenharia para a sociedade e para o Brasil do século XXI.

Qual a importância do arquiteto?

Como Se Tornar um Arquiteto

Crise. Segundo Einstein.

Engenheiro ou arquiteto, qual devo contratar para o projeto de casa

Possibilidades na carreira para arquitetos

Por que é tão difícil?

Os 10 mandamentos de marketing para engenheiros e arquitetos

Quem é o engenheiro civil?

Tempo integral

Dicas para desenvolvimento profissional

Cliente e arquiteto: os dois lados da moeda

A delicada relação cliente-arquiteto

Carta a um calouro (de arquitetura ou de engenharia)

A Profissão de Arquiteto

O que é Engenharia de Software?

Tabela de Honorários

Como e quanto os arquitetos cobram pelo seu trabalho?

Arquiteto, designer e decorador: sem preconceitos

Vantagens de estar desempregado (ou não) durante a seleção

Sucesso + Engenharia = Realizaçao profissional

6 ideias que podem mudar sua sina na entrevista de emprego

A responsabilidade profissional e o ser humano

O Mito da Criatividade em Arquitetura

Vantagens da Contratação de um Profissional Especializado

Diferença entre Arquiteto, engenheiro civil e designer de interiores

7 aspectos para começar e construir uma carreira em arquitetura ou design .

Quer ser um engenheiro de sucesso? Seja um engenheiro criativo.

O caminho de volta

O valor do profissional brasileiro

Contratação por projeto executivo define a obra

Inteligência Emocional: Conheça características do líder moderno

A importância do Planejamento no Papel

Atribuições do arquiteto

Lelé: cidades como São Paulo são Frankensteins.

Engenharia Nacional e a Competitividade Brasileira

A corrupção e a garantia quinquenal de obras

Como ser um empreendedor de sucesso

Sociedade entre Arquitetos: A construção em grupos de pesquisa e preço competitivo no mercado da construção

Trabalhar em casa: um bom negócio

Trabalho em equipe, 10 dicas para que isso aconteça.

Promiscuidade entre estado e governo: o vórtice do mal.

O “irresponsável técnico” da engenharia, arquitetura e construção

Arquitetos voltados a Decoração

Como produzir (provocar) a propaganda boca-a-boca

Os arquitetos e as cidades

Por que é que a gente é assim?

Profissionais da Engenharia, Arquitetura e Construção do 3º milênio

Qual é o valor da minha hora-técnica? Como calculo isso?

O arquiteto como administrador de obras: vamos unir o útil ao agradável!

A falta de planejamento das pequenas empresas na construção civil

Porque o arquiteto deve fazer a administração de obras

Arquitetos de Cozinha

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 3ª parte

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 2ª parte

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 1ª parte

Sociedade entre Arquitetos: A união, normalmente, faz a força!

Arquiteto ou arquiteta? Quem é melhor?

O Brasil é um país de oportunidades para engenheiros...

O desabafo de um arquiteto

Relação arquiteto e cliente: um jogo de xadrez deveras complicado!

Lei federal exige específicamente a ART de orçamento

O principal documento para o trabalhador, não tem segunda via.

Orçamentos estimativos sem identificação de autoria pode anular licitação pública.

Irrigar a economia real sem custos extras

Relacionamento Entidade de Classe x Prefeitura... Parceria, Guerra ou Indiferença...

Resistência dos Materiais - Treliça Hipostática

O TAC no contexto do direito ambiental

Vai montar seu canteiro de obras? Atente para alguns detalhes da norma

Maquete eletrônica

Segurança em trabalhos com eletricidade

Como ter segurança em trabalhos com eletricidade

Antoni Gaudí, um arquiteto sonhador?! (Barcelona, 1852-1926)

Arquitetura Antroposófica: as artes plásticas e o desenvolvimento da alma humana

Os CREAs e o IPTU que as Prefeituras querem cobrar...

Zaha Hadid – uma arquiteta orgânica. Gosta de construir descontruindo.

Quem tem medo de Oscar Niemeyer?

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

O verdadeiro papel das entidades de classe.

Relação aberta, gol na certa!

O uso da medida grado na Geometria e a Historia Militar Brasileira - Aspectos de unidades de medida

Maquetes Eletrônicas

Eu compro imóvel na planta

Engenharia de Avaliações

Táticas para pedir (e conseguir) aumento de salário

Obras e serviços de Engenharia não podem ser licitados por pregão !

Supersimples na construção civil: vale a pena aderir?

Proposta de projeto : a difícil negociação entre o arquiteto e o cliente,

A importância de contratar um Arquiteto e como proceder

Dúvidas mais comuns em relação ao registro de empresas no CREA-SP

Enigma estrutural: Teste estático versus teste dinâmico, ou Como Testar Uma Laje de Salão de Baile

O livro sagrado da Engenharia -- Surpresa! não é aquele que você está pensando.

Pensamentos da Engenharia

Imóvel, alternativa de aposentadoria

Honorários de engenharia : Como é difícil receber !!!

A.R.T. - Acervo e defesa do profissional

Orientação de um velho Engenheiro de Barbas Brancas a um jovem engenheirando sobre um estágio de férias

Aspectos matemáticos e humanos da corrente da felicidade

Invista no Arquiteto!

São Paulo, um gigantesco campo de trabalho para a Arquitetura

Como fazer a retificação de área no Registro de Imóveis

Perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego(3/3)

Procedimentos em uma entrevista de emprego (2/3)

Preparando-se para uma entrevista de emprego (1/3)