Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Carreiras de Sucesso (veja mais 15 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

Rose Elizabeth Mello – DiversiArte



Rose Elizabeth vivencia o universo da arte desde a infância. Músicos, humorista, artista plástica, atrizes fazem parte do núcleo familiar mais próximo. Ainda na adolescência, já escrevia seus primeiros poemas em noites insones mas repletas de sonhos.


Filha de publicitário, Mario Mello foi um dos pioneiros da Publicidade e Propaganda no Brasil atuando em grandes agências de Propaganda como a McCann Erickson, Norton Publicidade e Lintas. Seguindo um caminho naturalmente traçado, Rose Elizabeth prestou vestibular para Comunicação Social e entrou para a Faculdade Hélio Alonso no Rio de Janeiro e atuou na área por quase 20 anos, trabalhando em agência de eventos corporativos, editora, agência de propaganda e jornal. Cursou ainda Marketing e Vendas na ESPM em São Paulo.

Mas uma imagem registrada quando tinha 9 anos jamais saiu de sua cabeça: a que viu quando entrou no quarto do único primo arquiteto, nessa época, ainda estudante de arquitetura. Rose ficou encantada com o mundo que se descortinava diante de seus olhos. A prancheta de madeira, enorme e forrada com plástico verde, a régua T, milhões de lapiseiras, canetas e outros materiais de desenho. A sensação que Rose se lembra era de estar na própria Disney.

Durante anos ela se imaginou naquele cenário, mas sua falta de habilidade para o desenho – não conseguia desenhar mais do que os famosos bonequinhos de palitinho, casinhas e adorava desenhar sólidos geométricos – e o horror pela matemática fizeram com que todo esse cenário fosse arquivado durante anos numa gaveta trancada a muitas chaves.

Todos que faziam parte de sua vida a incentivavam a seguir qualquer carreira onde pudesse escrever de alguma forma, o que consideravam o seu dom natural. A área de exatas era um mundo misterioso e assustador embora a geometria sempre tenha ocupado um lugar especial em seu período escolar.

Rose Elizabeth então se casou com um aviador. O marido Silvio Teani, piloto comercial, a aproximou das ciências exatas e mostrou a beleza de assuntos dos quais antes, como ela dizia com bom humor, mantinha uma distância segura, como a própria matemática e a física. Vieram então os filhos e a carreira na área da comunicação foi substituída pela experiência fantástica de ser mãe.

Enquanto se desdobrava entre fraldas e parquinhos, Rose decidiu dar um passo que considerou bastante ousado: entrou para um curso de pintura, mas sem grandes pretensões.



Quando os filhos, Victor e Deborah, já estavam na pré-adolescência, a alma inquieta de Rose já queria traçar novos rumos que dariam uma grande virada em sua vida. Se matriculou na faculdade de Design de Interiores e se apaixonou definitivamente. E descobriu que podia fazer bem mais que bonequinhos de palitinhos.



Durante toda sua vida, Rose sempre foi fascinada pela luz. Nos shows e peças de teatro que assistiu ao longo dos anos, era capaz de se emocionar apenas com os efeitos de luz utilizados nos espetáculos. Adorava em casa criar climas e cenários utilizando-se da iluminação que tinha à disposição, por mais simples que fosse.

Dois mêses antes da graduação em Design de Interiores, já estava matriculada na pós-graduação em Iluminação Aplicada. Foram 18 mêses “iluminados” como gosta de dizer e onde comprovou sua outra paixão: a luz.



Ainda estão em seus planos, lecionar e dar palestras pois sente um grande prazer também exercendo essas atividades e interagindo com os alunos e a platéia. Já visando esse objetivo, elaborou um curso de extensão, Iluminação Básica, para alunos de arquitetura e design de interiores,  após observar que a maioria quando mencionava uma especialização, se referia ao paisagismo.

É uma forma a mais que Rose encontrou para fortalecer o trabalho que vem desenvolvendo na divulgação da importância da luz no cotidiano de todos e da importância do profissional do lighting design.

Além de livros de ficção, Rose decidiu aliar seus conhecimentos técnicos nas áreas de interiores e iluminação à sua veia como escritora.

Hoje, em seu home office, Rose faz projetos de interiores, consultoria e projetos de iluminação, muitos trabalhos em parcerias com arquitetos e designers e outros de forma independente, escreve para mídias especializadas em Arquitetura e Design de Interiores, tem dois livros publicados, o romance Amor das Minhas Vidas, publicado no Clube de Autores em 2011,  e a coletânea de contos, crônicas e poemas com o título Elas Escrevem, da qual participou com dois trabalhos e publicada pela Andross Editora em 2010.

Ainda é autora do Guia de Iluminação para Embarcações de Recreio – Iates e Veleiros, primeira publicação do gênero em idioma português no Brasil, ainda inédito e em fase final de produção. No momento está escrevendo seu segundo romance que espera lançar até o final de 2012 e um livro voltado para os estudantes de design de interiores.

"Uma vez me perguntaram o que eu gostava mais: fazer projetos, pintar, ou escrever. E eu não soube responder porque tudo envolve criação e o que gosto mesmo é criar."


Rose Elizabeth diz que seu mundo não é diversidade, mas DiversiArte!

Onde é possível adquirir o livros

Amor das Minhas Vidas
http://www.clubedeautores.com.br/book/85812--Amor_das_Minhas_Vidas

Elas Escrevem
http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/3066286/elas-escrevem-contos-cronicas-e-poemas/?PAC_ID=18659

http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=22085658&sid=798163104145835481262418




Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Comentários

Mais artigos

Projetando escritório de advocacia, com criatividade no aproveitamento dos espaços

Rose Elizabeth Mello – DiversiArte

A mulher, o trabalho e o stress

Benedito Abbud: 40 anos de história na arquitetura paisagística

Arquiteto Zanettini completa 50 anos dedicados à arquitetura

Projeto cria conselho exclusivo para arquitetos

A crise está terminando. Você ganhou ou perdeu com ela?

O profissional e o sucesso do projeto

A lua que não dei!

Capela brasileira recebe Prêmio Internacional de Arquitetura Sacra

Para sua reflexão

O encanto do paisagismo de Gilberto Elkis

Bruno Padovano -– criar é preciso!

Siegbert Zanettini -- 40 anos de sucesso

Em Santos, arquiteta concilia família e profissão sem mistérios

Karina Korn