Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Gerenciamento de obras (veja mais 26 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

9 boas práticas que você deve adotar para o gerenciamento de obras



Em tempos de crise, buscar eficiência na execução de projetos é um diferencial competitivo para o profissional responsável pelo gerenciamento de obras.Como gestor ou empreiteiro, é preciso saber um conjunto de atividades, que vão desde o planejamento até um controle de qualidade.

Gerenciar uma obra significa administrar, simultaneamente, o cumprimento do cronograma e a previsão financeira, gerindo profissionais que têm formação e práticas diversas.



Quem assume essa função deve dominar custos, contratos, prazos, ser organizado e ter um bom gestor de pessoas. Não é uma tarefa fácil, mas com um bom planejamento, o resultado aparece.

Deseja evitar problemas durante o gerenciamento de obras? Preparamos 9 boas práticas que podem ser adotadas durante o seu projeto, confira!

1- Faça um planejamento completo

Este é o primeiro passo: planejar bem para executar bem! O sucesso na gestão de obras passa por um planejamento que garanta o sincronismo das equipes que atuam na execução.

A elaboração do planejamento deve conter a descrição detalhada de todas as etapas e tarefas da obra atreladas a seus custos. O cronograma físico-financeiro deve ser distribuído para os responsáveis por todos os setores, para ser consultado sempre que necessário. Utilizar um software de gerenciamento de obras desde o início do processo, garantirá a você controlar todas as informações e registros do projeto, gerar relatórios e manter a comunicação com o cliente, fornecedores e equipe.

2- Pense na parte burocrática que uma obra exige

Cuidado redobrado com documentos, notas e recibos. É preciso guardá-los e manter controle por escrito do que foi orçado e realizado, do que foi pago e recebido.

Uma boa ideia para manter o controle desses papéis e fluxos é fazer uma lista prévia já com os principais itens de atenção. Licenciamentos, registros e qualquer outro documento exigido por lei devem ser levados em consideração.

3- Avalie o local antes de começar o projeto

Imagine que o projeto preveja uma escada pré-moldada que necessite de um guindaste para sua instalação. Se o canteiro, por alguma restrição qualquer, não permitir a instalação desse equipamento, como resolver o problema sem provocar atrasos, aumento dos custos ou alteração do projeto?

Portanto, é imprescindível que, antes de começar o trabalho, você faça uma avaliação do local, uma inspeção detalhada observando todos os aspectos. Exemplos do que deve ser observado: se uma adição futura poderia danificar a integridade do prédio, como o serviço de drenagem afetará o solo e se existem tecnologias sustentáveis que podem economizar dinheiro no projeto.

Com essa avaliação, você pode minimizar problemas futuros, poupar tempo e dinheiro, além de confirmar todo o cuidado que você está tendo com a construção, o que poderá lhe trazer mais respeito e confiança por parte dos clientes. Prevenir é melhor que remediar!

4- Liderança e gestão de equipe

A gestão das equipes e das diferentes atividades que compõem uma obra costuma ser especialmente desafiadora. Dependendo da complexidade do projeto, você trabalhará com os mesmos profissionais por meses ou até anos (em caso de um grande empreendimento). Então, conquistar a confiança e o respeito de sua equipe faz toda a diferença.

O conhecimento técnico também é muito importante para que sua equipe veja que você entende do assunto. Isso dá mais segurança e credibilidade para o seu trabalho. Lembre-se também que saber ouvir e falar no momento correto é super importante.

5- Distribua as tarefas corretamente

Nenhum gestor quer ver sua equipe sobrecarregada e nem com falta de trabalho e improdutiva. Para isso, você deve ter um cronograma sem erros.

Faça uma lista de tarefas e as distribua de forma que o profissional consiga cumpri-la com eficiência e qualidade, dentro dos prazos estipulados. A escolha de bons profissionais também é parte fundamental para o sucesso do seu trabalho. Conte sempre com os melhores.

Além disso, procure manter um bom relacionamento com todos. A harmonia no trabalho é fundamental!

Equipamentos de proteção

Por falar em tarefas e profissionais, a preocupação com o controle da obra e a segurança do trabalho são imprescindíveis. Fiscalizar o uso do equipamento de proteção individual protege os trabalhadores e evita problemas no local de obras.

6- Inspecione o acabamento das obras

Um bom gerenciamento de obras passa por todos os processos, do começo ao fim. Não deixe para a última hora o que poderia ter sido visto antes e isso inclui o acabamento das obras.

A limpeza e acabamento devem ser bem inspecionados antes da visita dos órgãos fiscalizadores. Acompanhe com os profissionais envolvidos nesta tarefa os pré-requisitos listados anteriormente. Seja parte da equipe e esteja sempre presente.

7- Procure por bons fornecedores

Se você identificou que um fornecedor está descumprindo os prazos ou com qualidade do material aquém do esperado, troque. É muito importante que, durante todo o processo da obra, todas as partes envolvidas estejam integradas. Isso inclui os prestadores de serviço.

Uma sugestão é ter sempre em mente e em uma lista o nome e telefone de fornecedores que trabalham primando pela qualidade do trabalho. Isso faz diferença no resultado final.

8- Comunicação integrada

Para evitar que erros e retrabalhos ocorram, cada gestor deve buscar dentro de sua equipe a melhor forma de comunicação. Receber e dar feedback para tomar as melhores decisões pode mudar a eficiência, tanto da mão de obra quanto da qualidade do projeto.

Não importa se o seu projeto é grande ou pequeno, tenha um plano de comunicação eficiente. Faça reuniões de kick-off antes do início do empreendimento, de acompanhamento e de lições aprendidas. Esses três itens são fundamentais para otimizar o seu trabalho com o gerenciamento de obras.

9- Colhendo bons resultados

Com todas essas dicas acima, fica mais fácil garantir que os resultados cheguem. Você garante: um bom planejamento, comunicação integrada entre todos os envolvidos, bons fornecedores, acompanhamento eficiente do trabalho e fluidez nos prazos. Além disso, estreita os laços com o cliente e credibilidade do trabalho da empresa.



Fonte:noventa.com.br


Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue



Comentários

Mais artigos

9 boas práticas que você deve adotar para o gerenciamento de obras

Do planejamento ao acabamento, quais são as etapas de uma obra?

Quem e como contratar na hora de reformar ou construir sua casa?

Dicas para planejar bem a obra

Como fazer o gerenciamento de obras

10 dicas para planejar e concluir uma reforma sem sofrimento

Como aumentar a segurança dos trabalhadores em uma obra

Como gerenciar sua obra de maneira mais tranquila

Gerenciamento de obras: 5 processos para melhorar

Que cuidados tomar ao contratar a mão de obra para uma reforma ou construção?

A crise da engenharia de projetos no Brasil

Construção Civil: Vantagens do gerenciar obras

Os benefícios do gerenciamento de obras

A Viabilidade da Mecanização na Construção Civil

Gerenciamento e fiscalização de contratos

Gerenciamento de equipes de trabalho

Gerenciamento de Projetos e Obras

Cuidados ao gerenciar sua obra

A obra atrasou, e agora?

Gerenciamento de Obra: agilidade e sincronia das equipes são os maiores desafios, “porque o tempo não para”!

Alcoolismo no canteiro de obras é perigo iminente

Obra parada, resultado da falta de planejamento e de administração

Será que o Custo Unitário Básico (CUB) serve realmente para orçar uma construção?

Reforma de casa ou apartamento requer planejamento, bons profissionais e diplomacia

Critérios de medição em obra

Medição de vidros e a eterna questão do custo versus preço

Compra de terreno para construção: o que é importante?