Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

por Rodrigo Pereira

O impacto do roubo de energia para o bolso do consumidor



A indústria brasileira já convive há tempos com os impactos econômicos do aumento do custo de energia elétrica. E o roubo de energia tem agravado ainda mais esse cenário, uma vez que, além de acarretar riscos de acidentes graves para a população, também onera o consumidor final, uma vez que este desvio é repassado para a tarifa de energia.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as fraudes no Brasil são gigantescas, representando mais do que 31,5 mil gigawatts, quantidade suficiente para abastecer o estado de Santa Catarina por um ano, por exemplo.


Além disso, segundo a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia, a ligação clandestina é considerada a segunda maior causa de morte no país relacionada à energia elétrica. Esse tipo de ocorrência já foi responsável por um prejuízo de R$ 4,5 bilhões e, se não houvesse esta perda de energia, a tarifa poderia ser aproximadamente 5% menor, de acordo com o Instituto Acende Brasil.

Para a concessionária, o principal problema decorrente do roubo de energia é o financeiro. Além disso, existem defeitos em equipamentos provocados por um mau dimensionamento, uma vez que dificulta estimar o consumo em determinadas regiões, caso elas tenham sido fraudadas. O furto gera ainda um aumento no tempo de trabalho dos colaboradores em campo para corrigir as instalações com fraude.

Como evitar o roubo de energia

Para resolver a questão do furto de energia as concessionárias têm investido em soluções inteligentes que monitoram a energia consumida X a registrada de maneira online, facilitando então o controle e a identificação dessas fraudes.

O avanço da tecnologia permitiu o desenvolvimento de equipamentos capazes de identificar com precisão onde ocorrem os furtos. Desta forma, as concessionárias conseguem não só diminuir as perdas por roubo, mas também melhorar a redistribuição de energia e a qualidade dos equipamentos da rede, reduzindo a tarifa para o consumidor final.

A tecnologia tornou-se grande aliada no combate ao roubo de energia na medida em que ajuda as concessionárias nessa identificação do local exato da fraude. Assim, não é preciso quebrar paredes ou danificar estruturas para encontrar onde está ocorrendo o desvio. A fraude é identificada mais rapidamente e sem prejuízos estruturais e a correção é feita.

Apesar de a ANEEL levar em consideração o valor da energia furtada e os custos para identificar e coibir as irregularidades quando estabelece o quanto a energia custa para cada consumidor, as fraudes pioram consideravelmente a qualidade do serviço prestado.

As ligações clandestinas sobrecarregam as redes elétricas, deixando o sistema de distribuição mais suscetível a interrupções no fornecimento de energia.



Rodrigo Pereira, Gerente de Contas da Fluke do Brasil do segmento de energia, companhia líder mundial em ferramentas de teste eletrônico compactas e profissionais.



Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

10 dicas para utilizar o ar-condicionado de forma econômica

O impacto do roubo de energia para o bolso do consumidor

5 formas de economizar energia sem precisar desligar o ar-condicionado

Vantagens e desvantagens da energia eólica

Porque instalar energia solar em sua residência?

Olho na sua conta de energia elétrica

Monitoramento do consumo de energia: Cinco razões para criar o seu próprio registro

Energia: o que é mito ou verdade sobre o uso da geladeira

Vantagens e desvantagens da energia solar em residências

Lareiras a lenha e lareiras a gás: quais as vantagens e desvantagens?

Fotovoltaicos na Arquitetura

As vantagens e desvantagens da energia solar

Gerador eólico vertical: vantagens e desvantagens

Energia solar conquista espaço importante na construção civil

Dicas para diminuir o consumo de energia

Energia Renovável: A energia Solar no Brasil e em sua casa

15 Dicas práticas de como economizar energia elétrica em sua casa

Redução do consumo de energia e melhoria do conforto termo-acústico

Eficiência energética na construção civil

Economize energia elétrica na sua casa!

Dicas para economizar energia com a TV e o microondas

Etiqueta de eficiência energética nos edifícios!

Condução subterrânea de cabos elétricos e telefônicos.

Como se proteger de raios?

Dicas para economizar energia – Geladeira

Aquecedor a gas, o que considerar na hora da escolha

Energia que vem do sol!

Eficiência Energética: menos consumo na hora do banho.

Dicas para economizar energia elétrica na decoração

Poluição Causada por Grupos Geradores

Energia Solar Residencial

Bomba de calor pode tornar banho mais sustentável

Energia Solar Fotovoltaica

Etiqueta de eficiencia energética

Desativar uma usina nuclear é mais difícil do que se previa

Segurança e eficiência energética

Energia renovável ainda enfrenta obstáculos

Aplicações de Energia Solar

Energia solar: uma solução para milhões

O que é eficiência energética?

Microcontrolador otimiza aquecedor solar em dias de chuva

Controle energético: como poupar e preservar o meio ambiente.

Um ogro é um ogro: de novo os chuveiros elétricos...

Energia solar no Brasil

A avaliação/inspeção para a emissão da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia será gratuita em 2009

Minas abandonadas poderão gerar energia geotérmica

O que é necessário para que o Brasil brilhe na energia solar?

Etiqueta de eficiência energética em edifícios comerciais: um diferencial de competitividade

Energia solar

A crise da água: escassez e problemas de gestão

Energia Solar Térmica na Antártica

Sustentabilidade : Plano de mudança do clima : energia solar, prédios eficientes, reciclagem.

´Cobra` de borracha vai explorar energia das ondas

Gerador eólico de baixo custo