Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Retrofit e Restauração (veja mais 29 artigos nesta área)

por Daliane Nogueira

Apartamentos antigos ganham nova roupagem



Morar em um espaço amplo, arejado e bem localizado é um sonho para qualquer família. Acrescente a isso o item charme arquitetônico e está completa a definição dos apartamentos antigos, com 30, 40 ou 50 anos de construção.

Em geral eles estão localizados em bairros onde os terrenos são escassos e os apartamentos mais novos têm plantas reduzidas.



Mas a opção por morar em um imóvel com essa característica costuma vir acompanhada da necessidade de encarar uma reforma. E apesar de a palavra provocar arrepios, a aventura tem vantagens estéticas e até econômicas.

As intervenções possíveis são as mais variadas e o segredo é aproveitar de forma eficiente aspectos da arquitetura do imóvel. O olhar de quem compra um apartamento antigo deve estar voltado para os detalhes, o que não é fácil para os leigos.

“O preço tem de compensar diante da reforma que será necessária”, orienta o engenheiro civil e conselheiro do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR) Euclésio Finatti.

A recomendação é pedir que um profissional de confiança faça ao menos uma avaliação visual, antes de fechar o negócio. Finatti listou alguns pontos importantes na hora de reformar um apartamento antigo:

O primeiro passo é verificar a estrutura do imóvel. Fissuras, rachaduras, portas empenadas e esquadrias enferrujadas podem denotar problemas mais sérios, como infiltrações, que terão solução difícil e cara.

• Se o desejo for integrar ambientes, é necessário saber se a parede a ser removida não é estrutural. Em alguns casos reforços na estrutura serão necessários. Mas antes de tudo, informe-se na prefeitura se haverá necessidade de liberação da obra.

• Invista na substituição da tubulação de água, que em muitos prédios antigos é de tubos de ferro, inadequados para os padrões da construção civil atualmente.

• Outro passo importante é verificar se o dimensionamento da carga elétrica é apropriado ao uso da família. Lembre-se que antigamente não havia tantos equipamentos elétricos. Em alguns casos, é necessário solicitar, junto à distribuidora de energia de sua cidade, uma nova entrada de energia no prédio. Isso tem custo elevado e demora pelo menos 90 dias.

• Fique atento à contratação de mão de obra. Um bom projeto só se concretiza quando é bem executado. O pagamento dos profissionais gira em torno de 15% a 20% do orçamento final da reforma. Não vale a pena arriscar.

• Tenha paciência, saiba que o tempo estipulado pode se estender e lembre-se que o gasto deve ser visto como investimento: você ganhará em qualidade de vida e o imóvel será valorizado.



Fonte:gazetadopovo.com.br



Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Retrofit e manutenção das fachadas: entenda os conceitos

Retrofit: Entre o antigo e o novo

Apartamentos antigos ganham nova roupagem

Você sabe o que é retrofit?

Retrofit, muito mais que uma reforma!

Retrofit. O que é, como funciona e quando é recomendado

Retrofit é recurso para adaptar edifícios às exigências da arquitetura

Retrofit verde ajuda no bolso (e revoluciona seu prédio)

Patologias da construção civil. Elas existem!

Retrofit, a nova tendência das reformas

Retrofit, uma reciclagem tecnológica

Reciclando entulho de material de construção

Restauração valoriza e amplia o tempo de uso da madeira

Casas antigas merecem respeito - 2ª parte

Casas antigas merecem respeito - 1ª parte

Retrofit e a escassez de terrenos

Equívocos em fachadas

Reformas em condomínios, como proceder nessa hora.

Retrofit Predial, uma reciclagem tecnológica

Retrofit é uma boa opção?

Marcenaria artística: ocupação mais produtiva dos espaços, aliando estética e sustentabilidade!

Retrofit dá nova cara à sede da União dos Escoteiros do Brasil em Curitiba

Retrofit verde

Tecnologia Associada a Patrimônio Histórico

Reuso de Materiais de Demolição

As dificuldades no reuso de materiais de construção

Reuso de Aberturas

O restauro da arquitetura histórica de terra com a super-taipa

O que é retrofit?

Decorando com Arte Sacra