Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Sustentabilidade é uma das prioridades do IBDA , e temos a parceria com o GRUPO SUSTENTAX.
A “Sustentax – Engenharia de Sustentabilidade “ é uma empresa do grupo, que se dedica a projetos de sustentabilidade de empreendimentos, desenvolve o gerenciamento de certificação de prédios, com base no critério LEED (Leadership in Energy na Environmental Design) criado pelo USGBC (U.S. Green Building Concil).
Saiba mais: www.sustentax.com.br

Em Arquitetura sustentável (veja mais 134 artigos nesta área)

Contribuindo com a sustentabilidade: indústria cimenteira transforma pneus e resíduos em cimento



A preocupação com sustentabilidade alcança um dos grandes agentes poluidores do nosso mundo moderno: os pneus velhos.

Através de co-processamento, uma contribuição efetiva da indústria do cimento para a sustentabilidade. O processo usa pneus e outros resíduos como matéria prima para a fabricação de cimento e ajuda a preservar o meio-ambiente. A geração de resíduos representa um dos maiores desafios para as sociedades contemporâneas. O crescimento populacional e o constante desenvolvimento das indústrias obrigam a busca de soluções para o manejo adequado dos resíduos.

O co-processamento, técnica que visa o reaproveitamento de resíduos, encontrou nos fornos das indústrias cimenteiras condições propicias para o aproveitamento energético, servindo também como substituto de matéria-prima (argila, calcário e  minério de ferro).

Os pneus, por exemplo, também têm sido utilizados como alternativa ao coque de petróleo combustível tradicionalmente usado na produção do cimento.

Por essa razão, cada vez mais cimenteiras têm adotado o uso desse material em suas unidades, já que a queima deste material contribui para a preservação do meio ambiente e ainda colabora com as práticas de saneamento básico, evitando doenças.

Apenas no Brasil, das 65 unidades cimenteiras destinadas à moagem e  fabricação do  cimento, 32 estão licenciadas por órgãos ambientais estaduais para  realizar o co-processamento e quatro aguardam certificação. A geração anual de resíduos industriais é estimada em 2,7 milhões de toneladas. A indústria de cimento co-processa cerca de 800 mil toneladas por ano, correspondendo a aproximadamente 30% do total. A expectativa é que esse volume possa chegar a 1,5 milhões de toneladas.

A abrangência dessa atividade é tamanha, que praticamente todos os estados  das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-oeste já têm ao menos uma unidade licenciada para a técnica.

O co-processamento é conhecido mundialmente desde a década de 70. Contudo, a técnica apenas se consolidou no Brasil a partir dos anos 90, devido à necessidade de preparo da indústria, que demanda altos investimentos em tecnologias e adequações a  normas  ambientais.

Afinal, adaptar os níveis de emissão estipulados pelas regulamentações nacionais (Resolução CONAMA 264/99 e 316/02) exige dos fabricantes filtros de alta tecnologia, profissionais capacitados e modernos equipamentos de monitoramento para o controle da emissão de componentes na atmosfera.

Os pneus expostos a céu aberto podem levar até 100 anos para se degradar e  representam um problema ambiental e de saúde pública, pois propiciam o aparecimento de  focos de  dengue e estão sujeitos a riscos de incêndios. O co-processamento é a melhor alternativa  de destruição definitiva de pneus inservíveis. Um único forno, com capacidade de produção diária de mil toneladas de clínquer, pode consumir até cinco mil  pneus por dia.

São dispostos no mundo dois bilhões de pneus usados por ano, dos quais 20%  são co-processados. A comunidade européia co-processa cerca de 110 milhões de pneus por ano, os Estados Unidos cerca de 75 milhões de um total de 280 milhões, enquanto que no  Brasil, em 2005, cerca de 17 milhões de pneus foram co-processados em  fornos de cimento.

Além dos pneus, o Brasil também se destaca no co-processamento de resíduos  de diversos  segmentos da indústria siderúrgica, petroquímica, automobilística, de  alumínio,  embalagens e celulose

Vantagens do co-processamento

O mercado dispõe de algumas alternativas de destinação de resíduos e passivos  ambientais. Entre essas, o co-processamento ainda é a que reúne os melhores benefícios econômicos e ambientais. Veja por que:

a. Eliminação definitiva, técnica e ambientalmente segura dos resíduos;
b. substituição de recursos energéticos não-renováveis por fontes alternativas de energia;
c. Preservação de jazidas já que parte dos resíduos substitui a matéria-prima;
d. Contribuição à saúde pública pela destruição total dos resíduos e no combate a focos de doença, como, por exemplo, aos mosquitos da dengue hospedados nos pneus  velhos;
e. Geração de novos empregos.

Fonte: www.abcp.org.br

Comentários

Mais artigos

Sustentabilidade na arquitetura: o que é arquitetura vernacular?

O que é Ecoeficiência e Sustentabilidade ?

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Arquitetura ecológica x Arquitetura sustentável

Iluminação natural, uma questão de sustentabilidade

Cobertura Verde: Um Conceito Barato e Ecológico para a Engenharia Civil

O Impacto da Construção Civil no Meio Ambiente

Acessibilidade para os mais velhos

Como assim, arquitetura sustentável...

Como Transformar Empreendimentos Existentes em Sustentáveis

Princípios básicos para uma Arquitetura Sustentável e Materiais Sustentáveis

Cenário da Construção Civil e Conceito de Construção Sustentável

Sustentabilidade Social Também é Fundamental

Materiais de construção sustentáveis

Arquitetura Sustentável

Infraestrutura verde e qualidade de vida

Acessibilidade para os mais velhos

Prédios verdes em crescimento?

Casas sustentáveis, o futuro das cidades

Como identificar os falsos produtos sustentáveis

Dicas de sustentabilidade para sua cozinha

Materiais Sustentáveis

Como reaproveitar a água da chuva?

Casas Sustentáveis: Lucro Certo.

Meio Ambiente e Construção Civil

Como Aplicar a Sustentabilidade em Casa?

Sustentabilidade é pura bobagem

Sustentabilidade: pequenas atitudes podem fazer a diferença.

Novos hábitos para uma cozinha ecológica

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar

Sustentabilidade no segmento de shoppings centers

Arquitetura Sustentável, seus conceitos

Panorama da sustentabilidade de empreendimentos no Brasil

Sustentabilidade na prateleira

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar o Meio Ambiente

Casas ecológicas, o que são?

RIO+20: As Delícias da Crítica Fácil ou O Manifesto da Contra-Indignação

Padrões de construção verde

Bambu é adotado como material de construção sustentável

Conheça o conceito de sustentabilidade e construção sustentável

Casas Ecológicas – Tenha um Lar Sustentável

Referências para o varejo sustentável

Hotéis verdes

Lojas mais sustentáveis

Meio Ambiente: Trabalhar sob a ótica da solução

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Decoração ecológica

Como escolher produtos mais sustentáveis?

As várias faces da Sustentabilidade

Novas Referências na Sustentabilidade Empresarial

Seja sustentável no escritório também!

Pratique Sustentabilidade

Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas

Arquitetura sustentável, o que é?

Sustentável no dia-a-dia

Concreto com menos cimento reduz impacto ambiental

As várias faces da Sustentabilidade

As Ecoineficiências dos Ecoeficientes

Prioridades na Sustentabilidade Corporativa

O varejo, os consumidores e os produtos sustentáveis

Acessibilidade urbana do portador de necessidades especiais e a sociedade

Como identificar produtos sustentáveis?

Politica e Gestão Ambiental – Proposta de Ecovilas para a população de baixa renda no Brasil

É chegada nossa hora?

Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos da Construção Civil (GBC Brasil)

Casa com grama no telhado aposentaria ar-condicionado

Imóveis ‘verdes’: o uso de soluções para sustentabilidade

Simulação de Iluminação Natural para Certificação LEED

Primeiro empreendimento comercial certificado AQUA do Brasil

Sustentabilidade é, antes de tudo, um bom negócio!

Seminário da Construção e Certificação Sustentável (GBC Brasil)

A rotulagem ambiental e a competitividade no mercado interno

Produtos ecológicos? O detetive verde vai dizer.

Eficiência energética: CENPES - Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobrás

Ventura Corporate Towers - Fortalecendo o movimento verde no Rio de Janeiro

Ambientes termicamente mais confortáveis

Tecnologias ambientais e sociais: uma condição essencial para um futuro sustentável

Cursos EcoBuilding

A importância dos selos verdes

Prédios verdes, o que considerar.

Lançamento do Projeto Residência Sustentável

O impacto dos materiais em projetos e na construção de empreendimentos sustentáveis.

Olimpíadas sustentáveis, mãos à obra!

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Prédios Verdes: Rochaverá Corporate Towers: recebe certificação ambiental

CASA COR - Interiores sustentáveis

A sustentabilidade na construção civil

Inclusão social com sustentabilidade

Uma Floresta Pouco Ecológica

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Telhado Vivo ou Telhado claro?

Desenvolvimento Urbano Sustentável: uma proposta para o cinturão verde de São Paulo

Copa do Mundo Verde

Etiquetagem de Imóveis: uma questão de números

Materiais com baixos impactos no meio ambiente, na sua saúde e no seu bolso.

Desenvolvimento urbano sustentável : uma questão de espaço.

A casa de emissão zero

Arquitetura sustentável : Ubatuba - SP ganha o primeiro residencial clube.

Quanto Custa uma Casa?: uma nova abordagem sustentável

Arquitetura Apropriada em busca da Sustentabilidade

Arquitetura sustentável: ONU pede para construção civil reduzir emissões de carbono

Arquitetura Sustentável : O green building ficou pronto e agora?

Sustentabilidade orientou obra pública da Todescan e Siciliano em São Paulo

Sustentabilidade na Construção: nem Flinstones, nem Jetsons.

Antes de pintar seu imóvel pense na saúde de sua família

Arquitetura Verde: O Edifício Harmonia 57 - Admirável verde vivo

Contribuindo com a sustentabilidade: indústria cimenteira transforma pneus e resíduos em cimento

Edifícios Ecológicos

Antigo prédio de Museu de História Natural reabrirá sob um cobertor verde

Produtos recomendados para construções sustentáveis recebem atestado na Mostra do sistema FIESP

O que é Arquitetura sustentável?

Geoengenharia pode desacelerar ciclo global da água

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

Arquiteta insere conceito de sustentabilidade em projeto de bar na mostra B Gourmet

A educação do cliente final vai criar demanda por imóveis sustentáveis

Diretora da Anab incita empresários a buscar inovações nas universidades

Sustentabilidade para Educar

Sustentabilidade para o mercado de construção

Indicador de dispersão urbana mostra impacto ambiental das cidades

Curso Intensivo de Geobiologia no Rio de Janeiro com Allan Lopes Pires

Telhados verdes - O valor das coberturas verdes leves

Seminário de Sustentabilidade

Por que durabilidade?

Casa - uma questão de pele

Asfalto de borracha utilizado para repavimentar vias

Turbinas submersas vão gerar energia a partir das marés

Os critérios LEED de avaliação para construção verde

Construção verde: orientada para o mercado, sem perder de vista o meio ambiente

O Brasil e a necessidade de aplicar os conceitos da arquitetura sustentável

Solo-cimento, solução para economia e sustentabilidade

Dicas básicas para um edifício sustentável

Arquitetura da preservação na nova sede da Ipel

Casateliê, um exemplo de arquitetura sustentável

O que é Arquitetura sustentável?

Soluções em tratamento de esgoto da Alpina