Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Sustentabilidade é uma das prioridades do IBDA , e temos a parceria com o GRUPO SUSTENTAX.
A “Sustentax – Engenharia de Sustentabilidade “ é uma empresa do grupo, que se dedica a projetos de sustentabilidade de empreendimentos, desenvolve o gerenciamento de certificação de prédios, com base no critério LEED (Leadership in Energy na Environmental Design) criado pelo USGBC (U.S. Green Building Concil).
Saiba mais: www.sustentax.com.br

Em Arquitetura sustentável (veja mais 117 artigos nesta área)

por Newton Figueiredo

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental



Como reduzir custos com energia e água, colaborar para conservação do meio ambiente, melhorar os ambientes internos e promover a inclusão social? Parafraseando o ditado "educação começa em casa", sustentabilidade também. E como a educação se pratica na coletividade, o melhor lugar para se colocar em prática a sustentabilidade são os condomínios, sejam os comerciais e, principalmente, os residenciais.

Enquanto que nos edifícios comerciais, os impactos da sustentabilidade são mais perceptíveis na produtividade dos colaboradores, que chega a aumentar em até 16%; nos residenciais, o que interessa é o menor condomínio, a qualidade do ambiente e o maior valor de revenda do imóvel. Nos edifícios sustentáveis, os custos de manutenção e operação são até 40% menores, com vida útil prolongada.



O controle do tabaco, a coleta seletiva, a utilização de metais sanitários eficientes, capachos para contenção adequada da poeira em todas as entradas e a limpeza "verde", com o uso de produtos sem cloro, por exemplo, são passos simples, porém importantes para a adesão à sustentabilidade, dos ocupantes.

Atualmente, existem empreendimentos já planejados e construídos de acordo com normas que reduzem o impacto no meio ambiente e ampliam as vantagens da eficiência energética, entre outros itens. O que coloca um desafio a mais aos condomínios já existentes: tornarem-se sustentáveis.

Tudo começa com o diagnóstico de sustentabilidade, a fim de se saber o nível atual e as mudanças necessárias, levando-se em conta os seguintes aspectos: racionalização no consumo da água; condições do ar interno; desempenho energético; política de compras e de limpeza sustentável; manual de boas práticas preditivas; separação, armazenagem e destinação correta de recicláveis.

Para quem acha um bicho de sete cabeças, nada como ver a sustentabilidade ser colocada em prática para compreendê-la. No caso do uso racional da água, podemos citar como medidas a utilização de metais sanitários (torneiras e válvulas de descargas) eficientes que reduzem o uso de água. Já existem no mercado, alguns produtos que controlam o fluxo e o tempo de acordo com a utilização.

Deve-se também controlar o consumo por categorias (sanitários, paisagismo, ar condicionado e etc); fazer o gerenciamento das águas pluviais, quando econômico, por meio de reuso, retenção ou infiltração; garantir um paisagismo com baixas necessidades hídricas e irrigação controlada e, quando viável tecnicamente, instalar medidores individuais de água.

Quando se fala em qualidade do ar interno, deve-se ter como princípio práticas eficientes que não prejudiquem e que também promovam a troca de ar, como por exemplo, proibir o fumo nas áreas internas do empreendimento e nas áreas externas próximas às entradas; utilizar tintas, colas, vernizes e carpetes com baixa emissão de compostos tóxicos, como COVs (compostos orgânicos voláteis); monitorar a renovação de ar e em ambientes com alta concentração permanente de pessoas por meio de sensores de CO2; monitorar o conforto térmico; implantar procedimentos para limpeza verde, empregando medidas para a correta seleção, armazenamento e utilização dos produtos de limpeza, dando preferência por materiais de baixa toxicidade e equipamentos eficazes.

E, colaborando para a redução dos desperdícios e, consequentemente, para a economia, deve-se verificar a possibilidade de utilizar mais a iluminação natural. É muito comum estarmos em casa ou no trabalho com persianas arriadas e com luzes acesas, nos privando do bem estar causado pela luz natural e consumindo, na maioria das vezes e, desnecessariamente, energia elétrica. Utilizar lâmpadas eficientes e sensores de presença em locais não permanentemente ocupados, como corredores, escadas de incêndio e garagens também contribui para a redução dos gastos condominiais.

Além dessas questões básicas deve-se verificar o desempenho dos equipamentos e sistemas do edifício a fim de aprimorar a eficiência. Rotores e motores das bombas d'água mal dimensionados significam desperdício de energia e dinheiro. Medidas de acompanhamento diário permanente trazem boas economias anuais pela identificação, imediata, de vazamentos e desperdícios.

Treinar, trimestralmente, a equipe de operação e manutenção para garantir uma operação otimizada dos sistemas e, em caso de novas aquisições, dar preferência pelos que tenham de baixo consumo, como aqueles com selo Procel e Energy Star, são recomendações que agregam menor impacto nos custos e no planeta.

Um caminho interessante para introduzir a sustentabilidade em condomínios e residências é o de envolver as crianças para "gerenciar" os desperdícios. Elas estão altamente motivadas para a oportunidade de praticar o que aprendem na escola e "carregariam" os pais na empreitada de contribuírem para um mundo melhor. Um sistema de "carona para escola e trabalho" também poderia ser incentivado de modo a dar mais tempo de lazer às pessoas e contribuir para a redução do tráfego e da poluição. O planeta e a humanidade agradeceriam.

A cada dia, mais pessoas se engajam no movimento para um mundo melhor. É uma mudança de atitude que passa a questionar se não podemos continuar a fazer o que precisamos fazer de modo a que nos traga mais benefícios, impactando menos o meio ambiente e ajudando a aumentar a qualidade de vida das pessoas.

Cada um de nós, como consumidor, tem o efetivo poder de contribuir para mudar o mundo ao questionar se aquele produto ou serviço que estamos comprando foi ou será produzido com ética e responsabilidade socioambiental. Vamos começar a praticar em casa: por exemplo, antes de adquirir uma nova cadeira, exija o comprovante de legalidade da madeira (quem se propõe a vender uma cadeira de madeira é co-responsável pela sua origem legal e deve exigir do fabricante respeito às legislações sociais e ambientais).

Com atitudes desse tipo você estará contribuindo, em muito, para um mundo melhor.

Conheça o curso a distância IBDA- SitEscola "Arquitetura Corporativa: da compreensão do cliente à execução da obra".

Comentários

Mais artigos

Sustentabilidade na arquitetura: o que é arquitetura vernacular?

O que é Ecoeficiência e Sustentabilidade ?

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Arquitetura ecológica x Arquitetura sustentável

Iluminação natural, uma questão de sustentabilidade

Cobertura Verde: Um Conceito Barato e Ecológico para a Engenharia Civil

O Impacto da Construção Civil no Meio Ambiente

Acessibilidade para os mais velhos

Como assim, arquitetura sustentável...

Como Transformar Empreendimentos Existentes em Sustentáveis

Princípios básicos para uma Arquitetura Sustentável e Materiais Sustentáveis

Cenário da Construção Civil e Conceito de Construção Sustentável

Sustentabilidade Social Também é Fundamental

Materiais de construção sustentáveis

Arquitetura Sustentável

Infraestrutura verde e qualidade de vida

Acessibilidade para os mais velhos

Prédios verdes em crescimento?

Casas sustentáveis, o futuro das cidades

Como identificar os falsos produtos sustentáveis

Dicas de sustentabilidade para sua cozinha

Materiais Sustentáveis

Como reaproveitar a água da chuva?

Casas Sustentáveis: Lucro Certo.

Meio Ambiente e Construção Civil

Como Aplicar a Sustentabilidade em Casa?

Sustentabilidade é pura bobagem

Sustentabilidade: pequenas atitudes podem fazer a diferença.

Novos hábitos para uma cozinha ecológica

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar

Sustentabilidade no segmento de shoppings centers

Arquitetura Sustentável, seus conceitos

Panorama da sustentabilidade de empreendimentos no Brasil

Sustentabilidade na prateleira

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar o Meio Ambiente

Casas ecológicas, o que são?

RIO+20: As Delícias da Crítica Fácil ou O Manifesto da Contra-Indignação

Padrões de construção verde

Bambu é adotado como material de construção sustentável

Conheça o conceito de sustentabilidade e construção sustentável

Casas Ecológicas – Tenha um Lar Sustentável

Referências para o varejo sustentável

Hotéis verdes

Lojas mais sustentáveis

Meio Ambiente: Trabalhar sob a ótica da solução

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Decoração ecológica

Como escolher produtos mais sustentáveis?

As várias faces da Sustentabilidade

Novas Referências na Sustentabilidade Empresarial

Seja sustentável no escritório também!

Pratique Sustentabilidade

Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas

Arquitetura sustentável, o que é?

Sustentável no dia-a-dia

Concreto com menos cimento reduz impacto ambiental

As várias faces da Sustentabilidade

As Ecoineficiências dos Ecoeficientes

Prioridades na Sustentabilidade Corporativa

O varejo, os consumidores e os produtos sustentáveis

Acessibilidade urbana do portador de necessidades especiais e a sociedade

Como identificar produtos sustentáveis?

Politica e Gestão Ambiental – Proposta de Ecovilas para a população de baixa renda no Brasil

Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos da Construção Civil (GBC Brasil)

Casa com grama no telhado aposentaria ar-condicionado

Imóveis ‘verdes’: o uso de soluções para sustentabilidade

Simulação de Iluminação Natural para Certificação LEED

Sustentabilidade é, antes de tudo, um bom negócio!

A rotulagem ambiental e a competitividade no mercado interno

Produtos ecológicos? O detetive verde vai dizer.

Ambientes termicamente mais confortáveis

Tecnologias ambientais e sociais: uma condição essencial para um futuro sustentável

A importância dos selos verdes

Prédios verdes, o que considerar.

O impacto dos materiais em projetos e na construção de empreendimentos sustentáveis.

Olimpíadas sustentáveis, mãos à obra!

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

A sustentabilidade na construção civil

Inclusão social com sustentabilidade

Uma Floresta Pouco Ecológica

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Telhado Vivo ou Telhado claro?

Desenvolvimento Urbano Sustentável: uma proposta para o cinturão verde de São Paulo

Etiquetagem de Imóveis: uma questão de números

Materiais com baixos impactos no meio ambiente, na sua saúde e no seu bolso.

Desenvolvimento urbano sustentável : uma questão de espaço.

A casa de emissão zero

Quanto Custa uma Casa?: uma nova abordagem sustentável

Arquitetura Apropriada em busca da Sustentabilidade

Arquitetura sustentável: ONU pede para construção civil reduzir emissões de carbono

Arquitetura Sustentável : O green building ficou pronto e agora?

Sustentabilidade orientou obra pública da Todescan e Siciliano em São Paulo

Sustentabilidade na Construção: nem Flinstones, nem Jetsons.

Antes de pintar seu imóvel pense na saúde de sua família

Contribuindo com a sustentabilidade: indústria cimenteira transforma pneus e resíduos em cimento

Edifícios Ecológicos

Antigo prédio de Museu de História Natural reabrirá sob um cobertor verde

Produtos recomendados para construções sustentáveis recebem atestado na Mostra do sistema FIESP

O que é Arquitetura sustentável?

Geoengenharia pode desacelerar ciclo global da água

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

Arquiteta insere conceito de sustentabilidade em projeto de bar na mostra B Gourmet

A educação do cliente final vai criar demanda por imóveis sustentáveis

Sustentabilidade para Educar

Sustentabilidade para o mercado de construção

Indicador de dispersão urbana mostra impacto ambiental das cidades

Telhados verdes - O valor das coberturas verdes leves

Por que durabilidade?

Casa - uma questão de pele

Asfalto de borracha utilizado para repavimentar vias

Turbinas submersas vão gerar energia a partir das marés

Os critérios LEED de avaliação para construção verde

Construção verde: orientada para o mercado, sem perder de vista o meio ambiente

O Brasil e a necessidade de aplicar os conceitos da arquitetura sustentável

Solo-cimento, solução para economia e sustentabilidade

Dicas básicas para um edifício sustentável

Arquitetura da preservação na nova sede da Ipel

O que é Arquitetura sustentável?