FSC - Forrest Stewardship Council - órgão criado em 1990 na Califórnia, EUA, que confere o selo que indica que determinado produto vem de uma área manejada de forma ambientalmente adequada, socialmente justa e economicamente viável. "/>

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Sustentabilidade é uma das prioridades do IBDA , e temos a parceria com o GRUPO SUSTENTAX.
A “Sustentax – Engenharia de Sustentabilidade “ é uma empresa do grupo, que se dedica a projetos de sustentabilidade de empreendimentos, desenvolve o gerenciamento de certificação de prédios, com base no critério LEED (Leadership in Energy na Environmental Design) criado pelo USGBC (U.S. Green Building Concil).
Saiba mais: www.sustentax.com.br

Em Arquitetura sustentável (veja mais 117 artigos nesta área)

por Maria Alice Miller

Uma Floresta Pouco Ecológica



Volta e meia recebo mensagens de lojas, marcenarias e fornecedores em geral, de móveis, revestimentos e madeiras extraídas de "florestas de manejo sustentável" ou de "fazendas de manejo florestal", ou com o selo do FSC - Forrest Stewardship Council - órgão criado em 1990 na Califórnia, EUA, que confere o selo que indica que determinado produto vem de uma área manejada de forma ambientalmente adequada, socialmente justa e economicamente viável.

Tudo isso vem na esteira da moda ecológica que tomou conta do mercado, que atinge nossa área em cheio, já que muitos dos produtos que se consome num projeto de uma residência envolvem madeira.

A lista de "Princípios e Critérios" preconizados pelo FSC (que pode ser vista no site do FSC Brasileiro), inclui 10 itens de grande complexidade a serem postos em prática com bastante acuidade, o que reflete a dificuldade de certificação através deste órgão.

O IBAMA também expede Autorizações de Manejo Florestal além de Autorizações de Desmatamento e fiscaliza a retirada de madeira de áreas de preservação ambiental. Além disso, há uma verdadeira "floresta" de ONGs e órgãos de certificação ambiental, além de regulamentos e normas de todas as esferas de governo. Com isso torna-se bastante difícil distinguir o que é defesa ambiental séria, dos grupos bem intencionados mas sem conhecimento técnico suficiente para decretar que tal material respeita o meio-ambiente e a sociedade.


Toras de madeira certificada


No meio de tantas regras e leis, eu me pergunto: será que todas as empresas que divulgam que respeitam a legislação ambiental do país, ou que possuem o selo do FSC, estão realmente cumprindo estas regras? Na verdade, o grande "boom ecológico" é coisa recente, de 2 a 3 anos para cá, e portanto há que pensar se, em tão pouco tempo, todas as empresas que lidam com produtos que utilizam madeira já se adaptaram aos novos tempos de respeito ao meio ambiente.

Não podemos ser ingênuos e pensar que produtos que são naturalmente mais caros que os obtidos de forma irregular - ou "da forma antiga" - são amplamente comercializados pelas madeireiras e serrarias. E basta uma olhada nos principais jornais ou em matérias da TV para constatarmos o nível de irregularidades que ocorrem na cadeia de extração de madeira: desde o uso de documentação falsa do IBAMA até as extrações ilegais, algumas vezes pegas pelo órgão ou pela polícia.


Desmatamento na Amazônia: tristemente comum


O que vejo na verdade é que as empresas se apressaram em aderir à causa ecológica sem conhecer todos os seus meandros. Comprar madeira certificada até que é fácil, difícil é comprovar que esta madeira é realmente extraída da forma correta, ou seja, que toda a papelada é real, não é forjada, não teve qualquer irregularidade no processo extrativista e foi retirada do lugar certo. Na pressa em se apresentar como "empresa amiga da natureza", o meu receio é que continuemos comprando madeira supostamente legal, ou seja, vendo o selinho e nos julgando "muito ecológicos", quando na verdade estamos apenas nos enganando.

É lógico que existem empresas sérias que, muito antes de toda esta onda ecológica, já possuíam fazendas de manejo com o uso de eucalipto ou pinus de reflorestamento, já que as indústrias de papel por exemplo, ficariam sem matéria prima se explorassem apenas a mata nativa. No entanto, estas empresas já constataram que não basta plantar e reflorestar com eucalipto ou pinus, pois uma floresta plantada não tem tanta vida quanto a mata nativa. A Aracruz Celulose por exemplo, se apressa a mostrar que está preservando trechos da mata atlântica brasileira, onde os animais e todo o ciclo ecológico é mantido intacto. Uma fazenda de eucalipto pode se tornar na verdade, um "deserto verde".

Se empresas deste porte já perceberam a dificuldade que é desmatar e replantar, o que pensar de pequenas empresas varejistas ou fabricantes que desejam fornecer produtos que respeitem a natureza, mas que não têm o tempo nem informação suficiente para checarem se seus fornecedores realmente cumprem todo o ritual envolvido em manejo? Há ainda um outra forma de aproveitamento de madeira, desta vez dita "de lei", que é o recolhimento de troncos caídos naturalmente, de árvores mortas ou que caem por velhice, ou após tempestades de raios, etc. Normalmente estas "colheitas" são feitas dentro das matas, em lugares remotos, sem muita fiscalização. E aí, desconfiada como sempre, eu penso: como comprovar se este tronco não foi abatido, mas realmente caiu após a última chuva?


Área de reflorestamento com Eucaliptos: uma saída?


É verdade que costumo levar tudo muito à sério. Me pergunto porque ainda existem peças feitas em Mogno ou Sucupira nas lojas, quando estas madeiras estão em extinção. Das duas uma: ou os fabricantes realmente não respeitam a natureza ou são apenas peças revestidas em lâmina de mogno ou sucupira, ou que receberam a aplicação de um verniz parecido, o que não é uma prática comercial muito adequada, já que estamos levando para casa o famoso "gato por lebre". Enfim, se realmente queremos preservar o meio ambiente e sermos agentes ativos no processo de uso de madeira que pode ser utilizada, resta-nos prestar muita atenção ao que dizem os fornecedores, nos informarmos constantemente sobre as práticas deste negócio, as fraudes possíveis, e quem realmente tem a intenção de comercializar madeira ecologicamente correta. Indico abaixo alguns sites onde há vasta informação a respeito. É o mínimo a fazer.

IBAMA
Imaflora
Compradores de Produtos Florestais Certificados
Manejo Florestal
FSC Brasil
FSC - Forrest Stewardship Council

Conheça o curso a distância IBDA- SitEscola "Arquitetura Corporativa: da compreensão do cliente à execução da obra".

Comentários

Mais artigos

Sustentabilidade na arquitetura: o que é arquitetura vernacular?

O que é Ecoeficiência e Sustentabilidade ?

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Arquitetura ecológica x Arquitetura sustentável

Iluminação natural, uma questão de sustentabilidade

Cobertura Verde: Um Conceito Barato e Ecológico para a Engenharia Civil

O Impacto da Construção Civil no Meio Ambiente

Acessibilidade para os mais velhos

Como assim, arquitetura sustentável...

Como Transformar Empreendimentos Existentes em Sustentáveis

Princípios básicos para uma Arquitetura Sustentável e Materiais Sustentáveis

Cenário da Construção Civil e Conceito de Construção Sustentável

Sustentabilidade Social Também é Fundamental

Materiais de construção sustentáveis

Arquitetura Sustentável

Infraestrutura verde e qualidade de vida

Acessibilidade para os mais velhos

Prédios verdes em crescimento?

Casas sustentáveis, o futuro das cidades

Como identificar os falsos produtos sustentáveis

Dicas de sustentabilidade para sua cozinha

Materiais Sustentáveis

Como reaproveitar a água da chuva?

Casas Sustentáveis: Lucro Certo.

Meio Ambiente e Construção Civil

Como Aplicar a Sustentabilidade em Casa?

Sustentabilidade é pura bobagem

Sustentabilidade: pequenas atitudes podem fazer a diferença.

Novos hábitos para uma cozinha ecológica

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar

Sustentabilidade no segmento de shoppings centers

Arquitetura Sustentável, seus conceitos

Panorama da sustentabilidade de empreendimentos no Brasil

Sustentabilidade na prateleira

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar o Meio Ambiente

Casas ecológicas, o que são?

RIO+20: As Delícias da Crítica Fácil ou O Manifesto da Contra-Indignação

Padrões de construção verde

Bambu é adotado como material de construção sustentável

Conheça o conceito de sustentabilidade e construção sustentável

Casas Ecológicas – Tenha um Lar Sustentável

Referências para o varejo sustentável

Hotéis verdes

Lojas mais sustentáveis

Meio Ambiente: Trabalhar sob a ótica da solução

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Decoração ecológica

Como escolher produtos mais sustentáveis?

As várias faces da Sustentabilidade

Novas Referências na Sustentabilidade Empresarial

Seja sustentável no escritório também!

Pratique Sustentabilidade

Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas

Arquitetura sustentável, o que é?

Sustentável no dia-a-dia

Concreto com menos cimento reduz impacto ambiental

As várias faces da Sustentabilidade

As Ecoineficiências dos Ecoeficientes

Prioridades na Sustentabilidade Corporativa

O varejo, os consumidores e os produtos sustentáveis

Acessibilidade urbana do portador de necessidades especiais e a sociedade

Como identificar produtos sustentáveis?

Politica e Gestão Ambiental – Proposta de Ecovilas para a população de baixa renda no Brasil

Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos da Construção Civil (GBC Brasil)

Casa com grama no telhado aposentaria ar-condicionado

Imóveis ‘verdes’: o uso de soluções para sustentabilidade

Simulação de Iluminação Natural para Certificação LEED

Sustentabilidade é, antes de tudo, um bom negócio!

A rotulagem ambiental e a competitividade no mercado interno

Produtos ecológicos? O detetive verde vai dizer.

Ambientes termicamente mais confortáveis

Tecnologias ambientais e sociais: uma condição essencial para um futuro sustentável

A importância dos selos verdes

Prédios verdes, o que considerar.

O impacto dos materiais em projetos e na construção de empreendimentos sustentáveis.

Olimpíadas sustentáveis, mãos à obra!

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

A sustentabilidade na construção civil

Inclusão social com sustentabilidade

Uma Floresta Pouco Ecológica

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Telhado Vivo ou Telhado claro?

Desenvolvimento Urbano Sustentável: uma proposta para o cinturão verde de São Paulo

Etiquetagem de Imóveis: uma questão de números

Materiais com baixos impactos no meio ambiente, na sua saúde e no seu bolso.

Desenvolvimento urbano sustentável : uma questão de espaço.

A casa de emissão zero

Quanto Custa uma Casa?: uma nova abordagem sustentável

Arquitetura Apropriada em busca da Sustentabilidade

Arquitetura sustentável: ONU pede para construção civil reduzir emissões de carbono

Arquitetura Sustentável : O green building ficou pronto e agora?

Sustentabilidade orientou obra pública da Todescan e Siciliano em São Paulo

Sustentabilidade na Construção: nem Flinstones, nem Jetsons.

Antes de pintar seu imóvel pense na saúde de sua família

Contribuindo com a sustentabilidade: indústria cimenteira transforma pneus e resíduos em cimento

Edifícios Ecológicos

Antigo prédio de Museu de História Natural reabrirá sob um cobertor verde

Produtos recomendados para construções sustentáveis recebem atestado na Mostra do sistema FIESP

O que é Arquitetura sustentável?

Geoengenharia pode desacelerar ciclo global da água

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

Arquiteta insere conceito de sustentabilidade em projeto de bar na mostra B Gourmet

A educação do cliente final vai criar demanda por imóveis sustentáveis

Sustentabilidade para Educar

Sustentabilidade para o mercado de construção

Indicador de dispersão urbana mostra impacto ambiental das cidades

Telhados verdes - O valor das coberturas verdes leves

Por que durabilidade?

Casa - uma questão de pele

Asfalto de borracha utilizado para repavimentar vias

Turbinas submersas vão gerar energia a partir das marés

Os critérios LEED de avaliação para construção verde

Construção verde: orientada para o mercado, sem perder de vista o meio ambiente

O Brasil e a necessidade de aplicar os conceitos da arquitetura sustentável

Solo-cimento, solução para economia e sustentabilidade

Dicas básicas para um edifício sustentável

Arquitetura da preservação na nova sede da Ipel

O que é Arquitetura sustentável?