Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Sustentabilidade é uma das prioridades do IBDA , e temos a parceria com o GRUPO SUSTENTAX.
A “Sustentax – Engenharia de Sustentabilidade “ é uma empresa do grupo, que se dedica a projetos de sustentabilidade de empreendimentos, desenvolve o gerenciamento de certificação de prédios, com base no critério LEED (Leadership in Energy na Environmental Design) criado pelo USGBC (U.S. Green Building Concil).
Saiba mais: www.sustentax.com.br

Em Arquitetura sustentável (veja mais 133 artigos nesta área)

por Renata Hehl

Inclusão social com sustentabilidade



O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba (ou PARNA de Jurubatiba) é o primeiro Parque Nacional no Brasil a compreender exclusivamente o ecossistema de restinga, a mais bem preservada do país, praticamente intacta.

Localiza-se na região norte do estado do Rio de Janeiro, abrangendo as planícies fluviais e marinha do litoral dos municípios de Quissamã, Carapebus e Macaé. Em 1992 foi reconhecido pela UNESCO como reserva da bioesfera.


Nesta região, algumas opções foram estudadas que pudessem gerar inclusão social com sustentabilidade econômica e ecológica:

Em 2002, a ONG Associação dos Amigos do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba (APAJ), sediada em Macaé, desenvolveu, com recursos do Fundo Nacional de Meio Ambiente, o Plano de Sustentabilidade do Entorno do PARNA.

Em 2005, a ONG Grupo de Desenvolvimento Tecnológico “Harmonia Homem Habitats” - 3Hs -, elaborou o Projeto Jurubatiba Sustentável: Turismo de Base Comunitária - Quissamã,  um dos projetos financiado pelo Governo Alemão.

Posteriormente, uma das soluções foi a constituição de uma COOPERATIVA DE TURISMO na mesma cidade (COOPQ), uma experiência pioneira no Brasil.

Em 2008, O SESCOOP-RJ e a OCB-RJ foram chamados para colaborar e estruturar este projeto. Entretanto, por diversas circunstâncias e a queda brutal da receita de royalties (para algo pouco mais que 1/3 da receita de 2008), ainda não foi viabilizado.


Da esquerda para a direita: Paulo Roberto Rezende, Maria de Fátima Moraes e Rodrigues Antônio Silva Bispo (agachado) do SESCOOP-RJ; Roberta Romanelli e Norman Nottingham Steiner da ONG 3H`s; Dalila Mello - Diretora do Departamento de Turismo da Prefeitura Municipal de Quissamã;Márcio Joaquim Gomes Barros - Consultor e Gerente Geral da COOPQ


Numa entrevista com Márcio Barros, ele explica algumas questões:

- Vivemos um novo paradigma. Como colaborar para a conservação do meio ambiente e promover a inclusão social? Por que a escolha recaiu sobre Quissamã?

- O município de Quissamã apresenta algumas características que o distinguem de outros locais: tem uma população relativamente pequena (cerca de 17 mil habitantes), a Prefeitura recebe um razoável volume de royalties de petróleo, foram feitos investimentos básicos em infra-estrutura (tratamento de esgotos em 100% da sede, ruas todas calçadas ou asfaltadas, drenagem pluvial, diversas praças com quadras esportivas, creches, escolas, postos de saúde, hospital e centro médico) e iniciou um programa de investimentos visando a atração de empregos para o município. 


Essas construções eram senzalas. As que já foram recuperadas (com melhoramentos como piso, banheiros, luz elétrica, etc) são as atuais moradias dos descendentes dos escravos que as ocupavam.


Entretanto, existe um grande contingente de pessoas que dificilmente poderão ingressar em empresas que demandam mão-de-obra com um nível médio de qualificação, pois ainda vivem em pequenas comunidades na zona rural (baixíssimo nível de escolaridade). Apresentam, porém, um grande potencial - criativo e produtivo - que precisa ser estimulado.

- Uma nova sociedade sustentável está se formando, a partir da crescente preferência dos consumidores por produtos socioambientalmente responsáveis, já que seu capital de maior importância é o humano. Como o seu projeto se insere neste pensamento?

- Nossa perspectiva era integrar os diversos agentes das atividades de turismo: artesanato, alimentos e bebidas (Casa de Artes Machadinha e a comunidade do entorno, declaradas como “quilombo”), hospedagem domiciliar, transporte turístico, guiamento, entretenimento (incluindo os grupos de fado, jongo e outros de música e dança do município) e agricultura familiar (com desdobramentos futuros na fabricação domiciliar e comunitária de doces, licores, etc.).


A Casa de Artes Machadinha, antiga cavalariça da fazenda, foi retrofitada e transformada em restaurante turístico e local de apresentações folclóricas de danças, além da venda de artesanato do Município.


Uma cooperativa é capaz de organizar os fatores de produção, visando atender duas finalidades: prestar serviços aos cooperados de forma que eles possam realizar suas atividades produtivas (ser adequadamente remunerados por elas e criar capacidade de desenvolvimento e re-investimentos), e, do outro lado, levar à sociedade produtos e serviços de elevada qualidade, exatamente porque foram gerados em ambiente democrático de agregação de valor pelas responsabilidades humana, social e ambiental.

- Como viabilizar economicamente o projeto?

- O SESCOOP-RJ estava propondo a constituição de uma Cooperativa de micro crédito com administração profissionalizada - também um modelo pioneiro - mas que seria a única alternativa de segurança para o empreendimento.   

Pode-se imaginar as mudanças de valores e comportamento por que passaria a sociedade de Quissamã, bem como o dinamismo econômico que poderia ser alavancado no Município com o estímulo ao empreendedorismo, aliado à educação cooperativista.”

- O setor da construção civil é responsável pela emissão de 50% de todo dióxido de carbono e culpado por 60% do aquecimento global. Vocês possuem projetos na área de habitação como “carbono zero”, utilização de tijolos não poluentes, etc?

- Em Quissamã a opção foi mesmo pelos métodos construtivos e materiais tradicionais. Nada inovador, nem mesmo nos projetos das casas. Isso decorre da facilidade de licitar e contratar construtoras, além de ser mais fácil aprovar projetos tradicionais na Caixa Econômica.

Pesquisamos e descobrimos um grupo de resistência na Região dos Lagos, intitulado Grife Carioca, que está utilizando diversos componentes sustentáveis em suas construções:


Condomínio na Região dos Lagos com características sustentáveis


Para início de conversa, empregam tijolos de solo-cimento, autoportantes de “encaixe” (sem a utilização de pilares, vigas e argamassa, com grande economia de material), com características ecologicamente corretas – desde o material de confecção até a secagem ao ar livre e não em fornos poluentes. Além disso, comporta-se como isolante térmico, essencial para a região extremamente quente – prescindindo de ar condicionado, economizando eletricidade.


Os tijolos de solo-cimento possuem passagens para tubulações



O sistema construtivo permite maior rapidez e limpeza


Para este item também cooperam a alta incidência de luz natural e ventilação através de portas de correr no lugar de janelas e teto acompanhando a inclinação do telhado, com pé direito bem alto. Pensaram ainda na captação para reutilização das águas pluviais.


Portas de vidro e pé direito alto auxiliam a boa aeração e iluminação, gerando grande economia de eletricidade


Vamos torcer para que o governo passe a dar valor (e até incentivos) para este tipo de construção!

Conheça o curso a distância IBDA- SitEscola "Arquitetura Corporativa: da compreensão do cliente à execução da obra".

Comentários

Mais artigos

O que é Ecoeficiência e Sustentabilidade ?

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Arquitetura ecológica x Arquitetura sustentável

Iluminação natural, uma questão de sustentabilidade

Cobertura Verde: Um Conceito Barato e Ecológico para a Engenharia Civil

O Impacto da Construção Civil no Meio Ambiente

Acessibilidade para os mais velhos

Como assim, arquitetura sustentável...

Como Transformar Empreendimentos Existentes em Sustentáveis

Princípios básicos para uma Arquitetura Sustentável e Materiais Sustentáveis

Cenário da Construção Civil e Conceito de Construção Sustentável

Sustentabilidade Social Também é Fundamental

Materiais de construção sustentáveis

Arquitetura Sustentável

Infraestrutura verde e qualidade de vida

Acessibilidade para os mais velhos

Prédios verdes em crescimento?

Casas sustentáveis, o futuro das cidades

Como identificar os falsos produtos sustentáveis

Dicas de sustentabilidade para sua cozinha

Materiais Sustentáveis

Como reaproveitar a água da chuva?

Casas Sustentáveis: Lucro Certo.

Meio Ambiente e Construção Civil

Como Aplicar a Sustentabilidade em Casa?

Sustentabilidade é pura bobagem

Sustentabilidade: pequenas atitudes podem fazer a diferença.

Novos hábitos para uma cozinha ecológica

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar

Sustentabilidade no segmento de shoppings centers

Arquitetura Sustentável, seus conceitos

Panorama da sustentabilidade de empreendimentos no Brasil

Sustentabilidade na prateleira

Ecologia Urbana – Ações Simples que Podem Preservar o Meio Ambiente

Casas ecológicas, o que são?

RIO+20: As Delícias da Crítica Fácil ou O Manifesto da Contra-Indignação

Padrões de construção verde

Bambu é adotado como material de construção sustentável

Conheça o conceito de sustentabilidade e construção sustentável

Casas Ecológicas – Tenha um Lar Sustentável

Referências para o varejo sustentável

Hotéis verdes

Lojas mais sustentáveis

Meio Ambiente: Trabalhar sob a ótica da solução

Arquitetura Sustentável - O que é um projeto sustentável

Decoração ecológica

Como escolher produtos mais sustentáveis?

As várias faces da Sustentabilidade

Novas Referências na Sustentabilidade Empresarial

Seja sustentável no escritório também!

Pratique Sustentabilidade

Soluções incompletas para a substituição de sacolas plásticas

Arquitetura sustentável, o que é?

Sustentável no dia-a-dia

Concreto com menos cimento reduz impacto ambiental

As várias faces da Sustentabilidade

As Ecoineficiências dos Ecoeficientes

Prioridades na Sustentabilidade Corporativa

O varejo, os consumidores e os produtos sustentáveis

Acessibilidade urbana do portador de necessidades especiais e a sociedade

Como identificar produtos sustentáveis?

Politica e Gestão Ambiental – Proposta de Ecovilas para a população de baixa renda no Brasil

É chegada nossa hora?

Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos da Construção Civil (GBC Brasil)

Casa com grama no telhado aposentaria ar-condicionado

Imóveis ‘verdes’: o uso de soluções para sustentabilidade

Simulação de Iluminação Natural para Certificação LEED

Primeiro empreendimento comercial certificado AQUA do Brasil

Sustentabilidade é, antes de tudo, um bom negócio!

Seminário da Construção e Certificação Sustentável (GBC Brasil)

A rotulagem ambiental e a competitividade no mercado interno

Produtos ecológicos? O detetive verde vai dizer.

Eficiência energética: CENPES - Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobrás

Ventura Corporate Towers - Fortalecendo o movimento verde no Rio de Janeiro

Ambientes termicamente mais confortáveis

Tecnologias ambientais e sociais: uma condição essencial para um futuro sustentável

Cursos EcoBuilding

A importância dos selos verdes

Prédios verdes, o que considerar.

Lançamento do Projeto Residência Sustentável

O impacto dos materiais em projetos e na construção de empreendimentos sustentáveis.

Olimpíadas sustentáveis, mãos à obra!

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Prédios Verdes: Rochaverá Corporate Towers: recebe certificação ambiental

CASA COR - Interiores sustentáveis

A sustentabilidade na construção civil

Inclusão social com sustentabilidade

Uma Floresta Pouco Ecológica

Moradias mais eficientes, com melhor qualidade de vida e menor impacto socioambiental

Telhado Vivo ou Telhado claro?

Desenvolvimento Urbano Sustentável: uma proposta para o cinturão verde de São Paulo

Copa do Mundo Verde

Etiquetagem de Imóveis: uma questão de números

Materiais com baixos impactos no meio ambiente, na sua saúde e no seu bolso.

Desenvolvimento urbano sustentável : uma questão de espaço.

A casa de emissão zero

Arquitetura sustentável : Ubatuba - SP ganha o primeiro residencial clube.

Quanto Custa uma Casa?: uma nova abordagem sustentável

Arquitetura Apropriada em busca da Sustentabilidade

Arquitetura sustentável: ONU pede para construção civil reduzir emissões de carbono

Arquitetura Sustentável : O green building ficou pronto e agora?

Sustentabilidade orientou obra pública da Todescan e Siciliano em São Paulo

Sustentabilidade na Construção: nem Flinstones, nem Jetsons.

Antes de pintar seu imóvel pense na saúde de sua família

Arquitetura Verde: O Edifício Harmonia 57 - Admirável verde vivo

Contribuindo com a sustentabilidade: indústria cimenteira transforma pneus e resíduos em cimento

Edifícios Ecológicos

Antigo prédio de Museu de História Natural reabrirá sob um cobertor verde

Produtos recomendados para construções sustentáveis recebem atestado na Mostra do sistema FIESP

O que é Arquitetura sustentável?

Geoengenharia pode desacelerar ciclo global da água

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

Arquiteta insere conceito de sustentabilidade em projeto de bar na mostra B Gourmet

A educação do cliente final vai criar demanda por imóveis sustentáveis

Diretora da Anab incita empresários a buscar inovações nas universidades

Sustentabilidade para Educar

Sustentabilidade para o mercado de construção

Indicador de dispersão urbana mostra impacto ambiental das cidades

Curso Intensivo de Geobiologia no Rio de Janeiro com Allan Lopes Pires

Telhados verdes - O valor das coberturas verdes leves

Seminário de Sustentabilidade

Por que durabilidade?

Casa - uma questão de pele

Asfalto de borracha utilizado para repavimentar vias

Turbinas submersas vão gerar energia a partir das marés

Os critérios LEED de avaliação para construção verde

Construção verde: orientada para o mercado, sem perder de vista o meio ambiente

O Brasil e a necessidade de aplicar os conceitos da arquitetura sustentável

Solo-cimento, solução para economia e sustentabilidade

Dicas básicas para um edifício sustentável

Arquitetura da preservação na nova sede da Ipel

Casateliê, um exemplo de arquitetura sustentável

O que é Arquitetura sustentável?

Soluções em tratamento de esgoto da Alpina