Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Dicionário do Engenheiro e Arquiteto (veja mais 3 artigos nesta área)

por Eng. Antônio Filho Neto

Uma boa construção



Sem um bom projeto de arquitetura não haverá uma boa construção. Este é a alma de uma edificação.

Uma boa construção é aquela executada com os requintes de uma obra de arte, levando em consideração os mínimos detalhes construtivos e de acabamento, sem jamais esquecer da segurança e do conforto.


A escolha de um bom arquiteto é fundamental, pois, a criatividade acrescida da experiência e da competência profissional transmite ao usuário uma sensação de segurança, confiabilidade e bem-estar.

Dá prazer adentrar em uma habitação e apreciar a leveza dos seus ambientes, com a percepção de que cada cômodo foi dimensionado dentro de um padrão adequado à conveniência e convivência humana, levando-nos a ter a impressão de estar em um paraíso terreal.

Para a criação de um bom projeto de arquitetura haverá sempre a necessidade da intervenção direta de um bom profissional da área, que seja competente, exigente e sensível à utilização das normas da ABNT, referente à elaboração de projetos de edificações, tais como: NBR13532 e NBR6492 e outras normas regulamentadas sobre o assunto. Todavia, outras normas específicas para cada parte do projeto devem também ser observadas.

O projeto de arquitetura é apenas o ponto de partida para a construção de qualquer edificação. No entanto, para que uma obra de engenharia seja executada haverá a necessidade da elaboração de outros projetos específicos de cada área, tais como: projeto de fundação, de estrutura, hidráulico, hidrosanitário; elétrico, sistema final de esgotos, sistema de refrigeração, drenagem de águas pluviais, telefonia, processamentos de dados (informática), segurança interna, sistema contra incêndio, pavimentação, TV a cabo e outros mais necessários. Para cada tipo de projeto há sempre disponível uma norma da ABNT regulamentada, a qual servirá de guia para o projetista. O profissional que não consulta a norma é igual a um cego que teima em andar sem um guia. A qualquer momento poderá tropeçar em um simples obstáculo.

Antônio F. Neto
Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho.
CREA. Nº 7684-PE
Autor do Dicionário do Engenheiro.

Comentários

Mais artigos

Madeira de Lei. Origem da expressão

Telha canal, telha francesa ou telha-vã? Janela falsa, janela máximo-ar ou janela de escotilha?

Dicionário do Engenheiro. 2ª EDIÇÃO

Uma boa construção