Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

A Ergo Tecnologia, uma empresa do Grupo Delbras, que conta com mais de 20 anos de mercado, desenvolve equipamentos que oferecem meios para a prática de atividades físicas em locais de uso comum, as chamadas “Academias ao Ar Livre”.
Acesse : http://www.ergotecnologia.com.br

Em Marketing para profissionais (veja mais 97 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

Os 7 Pecados Capitais do Marketing Direto



Você sabia que o marketing direto possui pecados que podem ser fatais?
atais pois violam a regra mais importante do marketing direto, a de que cada iniciativa seja feita de forma responsável.

Abaixo, segue uma lista dos sete pecados capitais do marketing direto mais comuns no mercado. Estes pecados são relacionados aos pecados capitais dos santos (soberba; avareza; luxúria; ira; gula; inveja e preguiça).

Veja os pecados do marketing direto. Quais deles se aplica a você?

1 - Ter a vontade maior do que razão - este pecado seria uma somatória de 20% de orgulho, inveja, luxúria e preguiça. O que leva um profissional a cometer este erro é o fato de não testar o mercado antes de escolher o produto.
Muitas vezes este erro se ocasiona pela paixão que o vendedor tem por seu próprio produto. Não é porque você ama o seu produto que todos irão amá-lo também. Pesquise antes de introduzir o seu produto ou serviço no mercado, descubra o que pensam seus clientes e público em geral.
Lembre-se: é mais importante saber o motivo pelo qual os clientes não compram o seu produto do que saber o porque eles compram.

2 - Interpretar mal as inspirações - mantendo a relação com os 7 pecados capitais dos santos, este poderia ser uma mistura em iguais partes de inveja, gula e preguiça.
Este pecado costuma acometer as pessoas que se julgam muito espertas. Para não cometer este pecado é preciso colocar-se no lugar do cliente e entender o que realmente interessa a ele. Não se limite a clonar uma boa ideia. Procure adaptá-las às contingências de seu produto ou mercado. Lembre-se: Para quem só tem um martelo, todos os problemas serão reduzidos a pregos, com os efeitos catastróficos gerados pelas marteladas.


3 - Partir de princípios determinados pelos outros - no terceiro pecado, vemos pelo menos 60% de avareza e preguiça e 40% de gula e inveja. Para evitar a tentação desse pecado basta acessar o site do IBGE para perceber que um país com mais de 160 milhões de habitantes, requer mais que o recurso de copiar e colar para transformar um projeto inventado em outro país num programa de marketing bem sucedido aqui.


4 - Passar de espectador a autor sem autocensura - na relação com os pecados capitais, o quarto teria proporções idênticas de inveja, ira, gula e luxúria.
Este é o pecado que mais acomete os funcionários de empresas mais ou menos bem-sucedidas que não conseguem demonstrar que seu sucesso depende de integração de várias áreas e, que ter sucesso em apenas um área, não garante o sucesso de uma empresa.
Este pecado começa quando o funcionário fica irritado com o presidente, ou com os dirigentes de sua empresa, atraindo a si mesmo o trabalho que os faz ter um padrão de vida invejável. Quem nunca pensou “Ah, se eu não estivesse aqui ralando e consertando os erros deles, eles não estariam em angra e aparecendo nos jornais como os responsáveis pelo sucesso desta empresa.
Lembre-se: para fugir dessa tentação de pecar, estude muito, estude em grupo, habitue-se a ser contestado e sempre esteja pronto para defender de forma racional um produto, com tudo que isso possa implicar, inclusive em uma revisão.


5 - Ter horror a fazer contas - este pecado está diretamente vinculado à preguiça, orgulho e avareza.
Se você não gosta de fazer contas, procure alguém que goste e saiba fazê-las. Os números não devem ser procurados apenas para assumir um ritual, mas porque são necessários para assumir um projeto.


6 - Não aprender com os erros dos outros - este pecado é composto por 50% de orgulho, 25% de preguiça e 25% de gula.
Ele costuma acometer os estrategistas de bar, que diante um chope são capazes de ver claramente os erros de todos os projetos apresentados.
Ao analisar um instrumento de terceiros é preciso se desligar de um ocasional sentimento de vingança (olha a ira se manifestando aí), que nos leva, preconceituosamente a considerar tudo o que é feito por uma empresa rival como errado.Descubra nos erros dos outros, quais foram os acertos.
Lembre-se: jamais julgue-se sábio ou ignorante demais. A busca de verdadeiras razões de insucesso deve ser empreendida com o vigor de um repórter que vai ao local e que além da fonte rica e abundante da internet, recorre à ABEMD (Associação Brasileira de Marketing Direto), visitando associações e buscando contatos com seus associados para obter mais informações sobre o projeto de seu interesse.


7- Não ter dinheiro suficiente - é o famoso olho maior que a barriga, podendo ser um misto de gula, luxúria e avareza.
Gula por se querer comer mais do que consegue. Luxúria ao se anteciparem mais prazeres do que se pode desfrutar. Inveja por aspirar ser o que não é. Avareza por não ter o desprendimento de buscar parceiros que reduziriam as perspectivas de lucro, mas tornariam o negócio possível.
A falta de recursos é resultado de falta de planejamento. Quem Planeja entende quais serão as demandas do mercado, como será possível atendê-las, a que custos e utilizando que sistemas de logística.
O planejamento é a chave para abrir a porta do sucesso e evitar a tentação de incidir no sétimo pecado, perdendo-se em dívidas e frustrações.


Não cometer os pecados capitais é um trabalho difícil e sem muito glamour. Isso quer dizer que a equipe de marketing precisa usar seu tempo para desenvolver habilidades analíticas, cedendo a seus instintos de ego diante de fatos comprováveis.
O entusiasmo inicial deve ser temperado com experiência e dados. É preciso aprender a amar a responsabilidade e viver essa realidade, mesmo quando isso requer a admissão de um insucesso.




Fonte:respiropublicidade.blogspot.com.br





Visite nossa página no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao - Curta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

De que lado você está?

Sob pressão

O que se espera de um profissional moderno ?

7 táticas inteligentes para desenvolver sua carreira

10 maneiras de blindar sua empresa contra a crise

8 Lições para Impressionar na Entrevista

Meus funcionários me detestam, o que faço?

Quanto tempo você sobrevive sem INTERNET?

Como a internet mudou a forma de se relacionar

Como superar barreiras e melhorar seus resultados

Marketing Pessoal

Processo produtivo e o marketing

Qual o problema da zona de conforto?

Crise? E qual a sua atitude?

Como arrumar um emprego com 14 dicas simples

O Paradoxo da Produtividade

10 Dicas para o seu Marketing Pessoal

O que é um bom profissional de marketing?

Alguém está apostando em você?

Como potencializar uma reunião

10 situações que podem espantar seu cliente

Cinco dicas para desenvolver sua inteligência emocional

Dicas para organizar a carreira

Desemprego, estatísticas e manipulações

Vendendo para mulheres

Sucesso é uma questão de atitude

Por que engenheiros e arquitetos não cobram consulta?

Melhore a qualidade de vida no trabalho

Falha humana

10 coisas que grandes oradores nunca dizem em palestras

Uma reflexão sobre o valor comercial do seu tempo (ou de quanto podemos cobrar pelo uso do nosso tempo).

Construindo metas – seu sucesso nesse novo ano

10 razões para se manter motivado no trabalho

Não estar preparado para defender as suas decisões técnicas.

Quanto vale a marca, fulano de tal?

5 Desafios para alcançar uma carreira de sucesso

Qualificado, mas sem emprego. Por quê?

Estresse corporativo

A repercussão do quadro atual para as empresas e famílias

Pecados cometidos por engenheiros e arquitetos na escolha de sócios.

Diga-me o que retwittas...

Marketing de Relacionamento e Tecnologia da Informação

Serviço de arquitetura e engenharia não é fácil!

Pague seus impostos, ou morra!

Projeto atraso zero.

Dezembro é um mês incrível, impressionante, inacreditável!

A Eterna Guerra Entre o Empreendedor, o Técnico e o Gerente

Ninguém gosta de contratar engenheiros ou arquitetos

Os 7 Pecados Capitais do Marketing Direto

Talento, Organização e Disciplina

Organização do Tempo: Como dar conta do recado?

Recepção e Atendimento: A Chave para Fidelização

Administração Financeira: Quanto Custa Abrir um Escritório de Arquitetura/Engenharia?

Carta para a recém-contratada secretária do engenheiro

As 13 características das Pessoas de Sucesso

Quanto Vale um Cliente Fidelizado?

Oito Dicas para um Feedback Honesto

Feliz 2012

Seja um idiota neste Natal

Contra a Mão do Mercado

O Papel do Gerente de Vendas

O Líder e o Gestor

A culpa é do RH?

Perguntas Clássicas em uma Entrevista de Emprego.

Consultoria: o joio e o trigo

Como superar uma demissão

Enquanto o talento não vem

Treinamentos Inovadores

A importância da publicidade imobiliária

Supere a dificuldade de falar em público

Pequenos Grandes Compradores

Por que os clientes só querem saber de preço?

As coisas mudaram: pode parar de procurar “emprego”. E comece a procurar “clientes”!

Marketing para Engenharia

Pecados de marketing na engenharia e arquitetura

Dar desconto não é pecado. É estratégia

Mulher: Todos os Dias são Seus!

O marketing e os erros profissionais

A barreira dos 40

Ensinar a pensar.

Ao sucesso!

Os anjos e o executivo

Marketing de relacionamento: Café invisível

Marketing de relacionamento: Café em Taça

Marketing de Relacionamento: Dez coisas para não esquecer em tempos de crise

A Executiva

Marketing de relacionamento: Café fantasma com o saci

Marketing de relacionamento na crise. Dois cafezinhos novos

Marketing de relacionamento : Cafezinho Gelado! O “boca a boca” não funciona mais, você já pensou nisso?

Marketing pessoal: A elegância profissional

Marketing de relacionamento: Promessas de ano novo!

Marketing de relacionamento: Cafezinho com Ternura neste Natal!

Como ser um profissional de sucesso!

Marketing de relacionamento - Cliente exclusivos.

Marketing de relacionamento - Desconstruindo o mito, enquanto tomamos nosso café!!

Marketing pessoal? O que é isto? Café forte para profissionais.

O nosso cafezinho gourmet
Marketing de serviços: o projeto é o meu produto

O Cafézinho Eletrônico