Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

por Cileide Siqueira

Conforto Ambiental, desafio para arquitetos



Sem dúvida, o principal objetivo de qualquer arquiteto é a satisfação plena de seu cliente, antes, durante e após a execução da obra. Quando se trata em proporcionar o máximo de satisfação possível ao usuário, o Conforto Ambiental é tido com um dos principais objetivos da arquitetura. Visando esse objetivo é que arquitetos, engenheiros e construtores estão mudando sua forma de pensar, projetar e construir.

O conceito de Conforto Ambiental em Arquitetura e Urbanismo está ligado à questão básica de se proporcionar aos assentamentos humanos as condições necessárias de habitabilidade, utilizando-se racionalmente os recursos disponíveis. Trata-se de fazer com que o produto arquitetônico corresponda - conceitual e fisicamente - às necessidades e condicionantes do meio ambiente natural, além do social, cultural e econômico de cada sociedade.



O Conforto Ambiental, compreende o estudo das condições térmicas, acústicas, luminosas e energéticas e os fenômenos físicos a elas associados como um dos condicionantes da forma e da organização do espaço”, explica Virgínia Araújo, professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFRN, que há 30 anos desenvolve sua trajetória profissional e acadêmica voltada para a área de Conforto Ambiental.

Todo arquiteto deve ser capaz de projetar considerando as especificidades climáticas do local, a luz natural, o conforto ambiental e a eficiência energética como parâmetros de projeto arquitetônico, enfocando o desenvolvimento bioclimático sustentável. “Conhecer as condições ambientais e visitar o local do projeto são fundamentais para se ter uma noção correta de todas as particularidades como percepção dos ventos, percurso do sol, ruídos acústicos e vegetação, por exemplo. Posteriormente, com as simulações feitas em softwares a partir dos dados obtidos no local, temos como ter uma visão bem próxima da realidade e, assim podemos fazer os ajustes necessários antes que a obra seja executada”, destaca Virgínia Araújo. Segundo a professora, a maior preocupação do arquiteto deve existir na fase inicial do projeto, anterior à execução.

Conforto Ambiental e Eficiência Energética estão intimamente ligados, e se executados de forma correta podem gerar até 70% de economia de energia, sendo assim um dos grandes desafios dos arquitetos. Com o tipo de vidro correto, por exemplo, pode-se controlar a luz e o calor no interior das edificações, gerando assim um conforto térmico e luminoso. Já para o conforto acústico é necessário que os projetos de estrutura, caixilharia, ar condicionado e interiores sejam compatibilizados, otimizando assim o Conforto Ambiental. “Quando planejado na fase de projeto o Conforto Ambiental se torna mais eficiente e mais barato”, enfatiza Virgínia Araújo.

O cliente é uma peça-chave nesse conceito de Conforto Ambiental, pois é dele que deve partir a exigência necessária na hora da execução do projeto. Entretanto, em vários casos, é a expectativa do cliente que induz o arquiteto a executar a obra de forma inadequada, fugindo do padrão ideal da arquitetura. “Muitos clientes utilizam projetos de residência, por exemplo, que são desenvolvidas para o Sul do país e simplesmente pedem um projeto semelhante, esquecendo que aquela região possui características climáticas diferente das do Nordeste do Brasil. A estética, em muitos casos, é mais relevante”, declara a professora e arquiteta.

O envoltório e o entorno das edificações são determinantes do Conforto Ambiental. O desenvolvimento de um projeto deve ultrapassar o método da tentativa e do erro e deve ser capaz de garantir o comportamento necessário e esperado.

Um detalhe deve ser destacado: o projeto deve estar adequado ao meio, já que o inverso não é possível.


Cileide Siqueira, Jornalista Profissional Diplomada formada pela UFRN, pós-graduanda em Marketing Estratégico. Atuando nas áreas de comunicação e marketing. Natal, RN, Brasil


Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Comentários

Mais artigos

Como garantir o conforto térmico em casa nos dias quentes?

Como manter a casa confortável também no inverno?

Dicas para fazer uma casa menos quente

Conforto ambiental e saúde

Conforto ambiental na Arquitetura

Conforto ambiental

Como garantir o conforto térmico em casa nos dias quentes?

Ventilação Natural em Residências

Como escolher o ar condicionado?

Conforto ambiental, construindo o sustentável.

Isolamento térmico de fachadas pelo exterior

Espuma de madeira vai deixar sua casa mais confortável

Consequência do aumento da temperatura no nosso meio ambiente

Calor? Atenção com o ar condicionado em ambientes de trabalho.

Melhorando o isolamento acústico nas residências.

Falta de conforto ambiental é problema em novas construções.

Isolamento acústico fica mais eficiente quando é perfurado

Crescimento da Engenharia Acústica, está associado à Expansão Urbana

Proteja sua casa dos ruídos externos!

O Calor e Seus Efeitos nas Edificações.

Conforto ambiental, ou conforto térmico?

Os cuidados com o desempenho acústico em edifícios

Conforto Ambiental, desafio para arquitetos

Água e luz: pequenas providências que podem trazer grandes benefícios

Ouvir é preciso e precioso!

Conforto ambiental: mudança pode beneficiar a saúde

Edifícios silenciosos: o que fazer para diminuir o ruído nos ambientes

Iluminação natural eficiente, lentes prismáticas e a Sindrome dos Prédios Selados

Tratamento de piscinas com ozônio, solução para pessoas com alergia ao cloro

Calcário na água – um problema de saúde pública?

As cores e seus significados

Janelas anti-ruído reduzem poluição sonora

Home Office une conforto e tecnologia