Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

por Arq. Dr. Bruno Padovano

Arquitetura brasileira contemporânea: caminhos - parte 01



A arquitetura desenvolvida no Brasil, país de dimensões continentais e grandes diferenças regionais, nem sempre alcança a imprensa internacional, e no entanto não deixa de apresentar aspectos de interesse global.Impulsionada pelo forte processo de desenvolvimento econômico e social alcançado pelo país ao longo de processo de instauração da democracia nos anos oitenta, após duas décadas de regime militar, a arquitetura nacional apresenta caminhos promissores que a podem recolocar numa posição de destaque no cenário global.

A arquitetura mais em evidência da década de 90 e neste início de século e milênio no Brasil viu, de um lado, o reaparecimento de linguagens projetuais fortemente comprometidas com uma retomada do racionalismo, a base conceitual do Movimento Moderno, com tendências minimalistas. Por outro lado, verificou-se uma busca de idéias e soluções mais voltadas à questão do conforto ambiental, aliado aos processos de racionalização da construção - uma forma de racionalismo que retoma experiências dos modernistas brasileiros como Lucio Costa e Rino Levi, muito preocupados com uma adequação da nova arquitetura com o contexto local.

Apesar de um processo de globalização que viu, simultaneamente, o aparecimento no mercado de arquiteturas fortemente influenciadas pelo pós-modernismo internacional e do retorno de estilos como o neo-clássico no mercado imobiliário, que atestam um certo descaso à busca de caminhos de uma arquitetura brasileira comprometida com respostas adequadas aos desafios atuais, houve um processo de reelaboração de modelos e conceitos modernistas, com estratégias que visam a corrigir incongruências do processo de transposição da arquitetura do Movimento Moderno para o território brasileiro.

Um esforço conceitual e projetual dirigido para definir uma arquitetura capaz de atender às solicitações de uma sociedade cada vez mais complexa, com soluções enriquecedoras da cultura local, e potencializadoras de relações mais democratizantes e socialmente interativas.

Uma arquitetura que lance mão de geometrias mais flexíveis e adaptáveis às complexidades dos programas e terrenos, de soluções inovadoras de conforto ambiental e utilização inteligente de materiais e tecnologias disponíveis no mercado brasileiro. Uma arquitetura que dê vazão à inegável criatividade do arquiteto e do designer brasileiro, amante de formas fortes e cores vivas, dentro da própria herança de plasticidade e expressividade que tem origem no barroco realizado no Brasil à época colonial, na sua rica cultura indígena, e na própria composição multi-étnica e cultural do seu povo.

No entanto, esse esforço não tem sido fácil.

O próprio processo de liberalização da economia brasileira, promovido pelo Plano Real, através de doses maciças de privatização de empresas estatais e maior abertura das importações de produtos do exterior, trouxe em seu bojo a expectativa do mercado de uma arquitetura mais alinhada com aquela dos grandes centros financeiros da economia global, como Nova York, Tóquio e Hong Kong, com sua sofisticação tecnológica e, ao mesmo tempo, conservadorismo conceitual e formal.

Ao mesmo tempo, verifica-se um aumento assustador da violência urbana que assola a sociedade brasileira, especialmente nos bairros mais pobres das cidades e megacidades brasileiras. Tal fenômeno é acompanhado por um intenso processo de privatização do espaço urbano e o fechamento de grandes áreas urbanas, através da proliferação dos condomínios fechados, como os Alphavilles e os Tamborés. Esses, apesar de suas inegáveis qualidades vivenciais para os seus moradores, vêm aumentando a presença física e urbanística da grande segregação econômica e social existente na sociedade brasileira.

O esvaziamento do papel do Estado na requalificação dos espaços urbanos - com as raras e louváveis exceções de Curitiba e Rio de Janeiro - graças à perda do poder de investimento dos municípios, trouxe às cidades brasileiras um cenário desconcertante de ruas com calçamento deteriorado, edificações pichadas, excesso de fiação aérea e agressão visual de todo tipo de publicidade ao ar livre, sem se falar de equipamentos urbanos deteriorados e mal projetados, grandes áreas faveladas, comércio informal, tráfego congestionado, poluição sonora e do ar, e a degradação crescente de recursos ambientais.

Nesse contexto urbano e social no mínimo problemático, os melhores exemplos de arquitetura contemporânea brasileira resultaram de investimentos feitos por empresas nacionais de menor porte, por entidades privadas de interesse coletivo como o SESC-Serviço Social do Comércio, por fundações privadas, por orgãos estatais e por pequenos investidores e clientes esclarecidos.

Poderíamos destacar, entre alguns caminhos promissores dessa arquitetura, alguns possíveis temas representatives de áreas de maior sucesso de realização nos últimos anos:

- reciclagem de edifícios de interesse histórico para fins culturais;
- obras residenciais;
- edifícios institucionais;
- equipamentos sociais relacionados à saúde;
- equipamentos sociais destinados à educação;
- equipamentos sociais destinados ao lazer;
- obras de estabelecimentos comerciais;
- obras industriais;
- terminais e obras de infraestrutura para o transporte urbano e metropolitano; - obras e projetos urbanísticos e paisagísticos; e
- pequenas obras, grandes idéias.

Para exemplificar algumas das principais realizações nesses setores durante a última década no Brasil, nos próximos artigos mencionarei alguns projetos e obras que, a meu ver, explicitam algumas linhas de maior interesse na arquitetura contemporânea realizada no país.


Conheça o curso a distancia IBDA-SitEScola: Viabilidade Executiva em Empreendimentos na Prática de Engenharia de Custos.

Comentários

Mais artigos

Como escolher o terreno certo pra construir sua casa

Documentação: o que é necessário saber antes de uma reforma

A importância de Inspeção Predial Periódica

Dicas de construção e reforma

Não esqueça a calçada na hora de reformar

Tenho que reformar, e agora?

Construir uma casa geminada: Boa ideia ou dá problemas?

Oito regras de ouro para poupar dinheiro na construção

Quais os 5 problemas mais comuns na reforma

Cuidados na compra de um imóvel usado

Vai reformar? Locação de galpão é uma opção.

Dicas para organizar a casa antes da reforma

5 vantagens do gás canalizado para sua residência

Como vistoriar o Imóvel Alugado.

Pavimento permeável

A nova perícia e o mercado imobiliário

Como conservar peças de madeira na sua casa

Dicas para reforma e ampliação de residências

Vai começar uma reforma?

Conheça (e fuja) dos erros em construções e reformas

Dez revestimentos fáceis de limpar para diferentes ambientes da casa

Mercado imobiliário: O que você precisa saber antes de comprar um imóvel?

A inclinação do terreno influencia no preço da construção de uma casa?

Nova norma para a regularização de reformas - ABNT NBR 16280

7 sinais de que sua casa precisa de uma reforma

O que é um telhado de treliça de madeira?

Qual a altura ideal para tomadas na parede: em cima, no meio ou em baixo?

Como comprar um lote com segurança: 10 principais cuidados para não ter problemas.

Imóvel na planta sem registro é crime.

Esquadrias na construção civil

Vai reformar a casa? Confira dicas importantes

Como construir duas casas em um lote ou terreno?

Ventilador de Teto: Confira as dicas para não errar na escolha.

As primeiras coisas que deve fazer agora que comprou um imóvel.

Que cuidados tomar ao contratar a mão de obra para uma reforma ou construção?

Dicas para planejar e concluir a reforma sem sofrimento

10 Cuidados para Comprar Terrenos em Loteamentos.

Dezesseis principais riscos em um canteiro de obras

Quais são as diferenças entre os vários tipos de esquadrias?

Recomendações na compra de terrenos

Concreto moderno importa tecnologia da Roma Antiga

Os cuidados que você deve ter ao contratar profissionais para sua obra ou reforma

Tenho que reformar, e agora?

Quem faz o que em um projeto de construção, reforma, decoração ?

Desperdício na obra, como evitar.

Concreto e PVC, um casamento promissor.

Normas para andar de elevador?

Acerte na Escolha do Terreno Ideal

Procedimentos Para Legalizar Uma Obra

Materiais de Construção - Como Comprar?

Quem é o profissional que vai cuidar de sua obra?

Utilização de Elevadores e Escadas Rolantes

Obras públicas: conheça seus direitos

E o terreno? Dicas de construção.

Aspectos legais, dicas de construção.

Projeto, dicas de construção.

A indústria nacional na UTI

Qualidade da acústica começa com a escolha dos tijolos

Portas e janelas de alumínio, como conservar.

Planta Baixa – Traçando linhas e medidas

Regime Diferenciado de Contratações: um erro de proporções olímpicas

Contratar ou não contratar?

Vai ter que mudar? Como planejar e organizar

Sonho da casa própria e suas armadilhas

Vale a pena comprar imóvel por meio de consórcio?

Preocupação estética reduz custos de manutenção em elevadores

Como economizar água e energia elétrica

Comércio, desindustrialização e violência

Avaliação imobiliária : a técnica vencendo a intuição

Documentação do imóvel. O que é necessário na hora da compra?

Arquitetura que cola: obra exigiu nova técnica de construção civil

Na compra de um imóvel usado, saiba avaliar as condições

Copa de 2014: É hora de falar sério, Brasil

Planejando sua construção. Ou, evitando surpresas desagradáveis.

O pior gargalo é o governo

PAC: Gargalos e tropeços!

As catástrofes não avisam, o que fazer frente a isso? - O conceito de Arquitetura Emergencial

Construção civil: Pesquisa mostra otimismo do setor com economia em 2010

11,5 Bilhões. Bondes modernos.

Incompetência para investir.

A Década da Infraestrutura.

Vai construir? Planejando para economizar.

Imóvel na praia: investimento ou despesa?

Água como material de construção

Vai construir? E os aspectos legais?

Vai construir? E o terreno?

Arquitetura brasileira contemporânea: caminhos - final

Arquitetura brasileira contemporânea: caminhos - parte 03

Dicas de construção: Quem contratar?

Serviços de engenharia e as dúvidas dos síndicos

Arquitetura brasileira contemporânea: caminhos - parte 02

Arquitetura brasileira contemporânea: caminhos - parte 01

Construção civil e sua eterna crise

Dicas de construção: e os Projetos?

Dicas para construir a casa dos seus sonhos

Construção confia em excelente 2º semestre.

A Construção Civil e seus Resíduos

Forros: além de decorativos podem ser solução para “aumentar” o pé-direito

Nova lei para elevadores e andaimes