Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Revestimentos, Tintas e Vernizes (veja mais 41 artigos nesta área)

por Larissa Soares

Revestimentos para piscinas



Revestir a piscina, não é só por questão estética, mas também higiênica e de conservação. Antes de escolher o revestimento ideal para sua piscina, esteja atento às opções que o mercado oferece, e às características de cada tipo.

Por que devo revestir a piscina?

-Estético: Dê a aparência, a cor e o aspecto que você deseja para sua piscina;
-Higiênico: Utilizando materiais próprios, a sujeira não fixará ao fundo, evitando fungos;
-Conservação: Para a impermeabilização da piscina, mantenha-a revestida;

Os produtos devem atender a condições necessárias para o uso. Como resistir a variações de temperatura, aos produtos químicos de tratamento e limpeza da piscina, a ficar submerso e à exposição prolongada ao sol.

As opções mais usadas são:

Azulejo: Tradicionalmente o mais usado, o azulejo é um produto barato e mais antigo no mercado. Existe em diversas formas e cores, e o aspecto da água muda conforme a cor do azulejo, por isso pesquise bem antes de escolher.

Revestimentos cerâmicos diversos: A cerâmica surgiu para as piscinas, devido ao azulejo não atender a todas exigências para os revestimentos de piscinas. Em aspecto, podem ser foscas ou esmaltadas, também podem apresentar aparência de ouro, ferrugem, etc. A vantagem nos cerâmicos é o fato de serem muito resistentes. Apresentam uma linha completa, com opções para os cantos, para as bordas. Não acumulam sujeira, pois possuem rejuntes mais eficientes, além de argamassas de assentamento mais flexíveis. São mais utilizadas em piscinas públicas e de competições.


Pastilhas de vidro: Geralmente mais caras que a cerâmica e o azulejo, as pastilhas de vidro são muito escolhidas, pois possuem um aspecto final muito bonito. Para evitar que as pecinhas se soltem com o passar do tempo ou as placas fiquem filmadas (ou seja, o que está por trás do revestimento apareça na superfície) após a colocação, deve-se ter um cuidado redobrado na instalação, procurando mão de obra especializada. Exige uma grande quantidade de rejunte, devido ao tamanho reduzido das pastilhas, podendo prejudicar a assepsia da piscina. Possuem uma grande variedade de modelos e cores. Elas são incolores ou coloridas e usando a criatividade, é possível criar desenhos.

Revestimentos vinílicos: O vinil aplicado sobre o concreto, pode ser o revestimento mais barato, pois é aplicado mais rápido e é feito de forma industrializada. Ele também funciona como impermeabilizante, reduzindo assim, uma etapa da construção da piscina. O vinil pode ser produzido personalizado com o desenho que você deseja. Ele possui o preço acessível, dispensa rejunte e é fácil de limpar.


Pedras: O menos comum, mas na minha opinião, o mais bonito, é o revestimento com pedras. Claro que não é qualquer pedra que pode ser utilizada, as mais indicadas são: As pedras vulcânicas, como a hijau, que possui uma cor perfeita para a piscina, deixando-a azulada ou esverdeada, e possui aspecto liso; A pedra mineira, possui uma cor mais amarelada, deixando a piscina com uma aparência diferente, mas original.

Há muitas opções de revestimento para piscinas. Sempre cuide a qualidade do material e a resistência ao sol, à abrasão e aos produtos químicos. Mas não esqueça de pensar no aspecto da água e na aparência da piscina, antes de escolher o revestimento.

Bons mergulhos.


Fonte:blog.construir.arq.br




Você conhece o "Curso a distancia IBDA - CentrodEstudos? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Visite nossa página no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao - Curta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Quais as vantagens dos revestimentos (e pisos) cimentícios

Tipos de pedras no revestimento de paredes

Como aplicar verniz na madeira

Como escolher as cores para pintar a minha casa

O que é melhor? Tintas ou Texturas?

Como usar revestimentos de parede

Revestimento de parede externa em pedra

Como pintar móveis de formica

Como aplicar verniz na madeira

Textura de parede: uma forma agradável no revestimento

Revestimentos para piscinas

Como escolher a tinta ideal para o seu ambiente

Pintura na Construção Civil

Dicas de reforma: pintura de parede.

Como escolher o revestimento de parede ideal

Como remover uma textura e deixar a parede lisa novamente?

Tipos de vernizes

As Tintas na Proteção Anticorrosiva

Usando a cor para aumentar o ambiente

Paredes externas: dicas de revestimento

Como envernizar madeiras

Tipos de grafiatos e texturas

O poder da cor na decoração de interiores

Como escolher as cores de tinta para pintar a casa

13 dicas para sua pintura ficar mais fácil.

Pintura de móveis antigos: dicas.

3 regras para decorar com cor em espaços pequenos

O Cobre na Arquitetura

Azulejos, dicas de assentamento.

Revestimentos para banheiros, o que usar?

Fachadas: causas comuns de ruína

A importância das cores

Pensando em fazer uma textura na parede?

Como combinar as cores da casa com a decoração

Repintura sem sustos

Revestimentos sustentáveis

Evitando problemas durante pintura de imóvel

Orientações e cuidados para revestimento de piso com pedras naturais

O mistério do marketing das lajotas quebradas

Preservação arquitetônica e as Peles de vidro

Como conservar e dar brilho aos objetos de madeira

Com que tinta eu vou?