Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Revestimentos, Tintas e Vernizes (veja mais 44 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

O que é melhor? Tintas ou Texturas?



E agora? Pintar ou colocar textura? O que é melhor? Quais as vantagens e desvantagens de um em relação ao outro? Faça sua análise:

Características positivas no uso das tintas:

· Mais fáceis de serem aplicadas;
· Não faltam profissionais capacitados para sua aplicação;
· Menor custo se comparado às texturas;
· Podem ser aplicados em panos extensos sem a necessidade de prever juntas;
· Possuem maior rendimento de material e de serviço;
· Mais suscetíveis a retoques.



Características positivas no uso das texturas:

· O efeito de fluxo de água escorrendo pelas superfícies de fachadas pode ser minimizado com a aplicação de textura. Os acabamentos lisos propiciam a concentração de água e a textura auxilia na dissipação;
· As texturas possuem durabilidade 2 à 3 vezes superior às tintas por possuírem mais cargas e serem mais inertes. Além disso, por ter um acabamento mais áspero e fosco, é capaz de esconder com mais eficiência possíveis defeitos do substrato;
· Texturas possuem propriedades mais elásticas sendo ideais para fachadas extensas, uma vez que ela acompanha a movimentação do edifício evitando trincas e fissuras;
· A espessura da textura, que contém de grãos de quartzo, oferece grande durabilidade e resistência às agressões ambientais, proporcionando excelente proteção para superfícies externas;
· A camada espessa das texturas ajuda a disfarçar possíveis defeitos oriundos das técnicas artesanais de construção utilizadas na aplicação dos rebocos, ou até mesmo defeitos de construção e fissuras mapeadas. Sendo ideais para fachadas danificadas ou que tenham sofrido muitas intervenções; · Aberto à criatividade;
· Economia nos custos da mão de obra por requerer apenas uma demão.
· Aderência adequada para superfícies lisas dispensando a necessidade de lixamento, chapisco, entre outras formas de atingir rugosidade superficial.
· Problemas como a calcinação e pulverulência são pouco visíveis em texturas e, além disso, são removidos pela água chuva;
· As texturas são isentas de solventes orgânicos poluentes, utilizam a água, preferencialmente, como diluente apresentando baixa toxidade e menor agressividade ao meio ambiente;
· São mais resistentes, duráveis;
· Boa aderência ao substrato.



Características negativas no uso das tintas:

· Menor durabilidade;
· Exigem procedimentos mais freqüentes de conservação e manutenção;
· Mais propensa a patologias;
· Mais sujeita à aplicação indiscriminada;
· Possui poder de proteção inferior devido sua baixa espessura;
· Contêm, em sua formulação, materiais mais tóxicos;
· Exigem o uso maior de fundos preparadores.

Características negativas no uso das texturas:

· Sua superfície rugosa pode reter sujeira, quando não devidamente protegida por elementos arquitetônicos previamente projetados;
· Baixa resistência à ácidos;
· Necessidade de profissionais especializados na sua aplicação. Um profissional acostumado a aplicar tintas comuns não necessariamente está capacitado para aplicar um revestimento texturizado;
· Erros de aplicação podem ocasionar consumo excessivo de material, emendas de aplicação, manchas impossíveis de serem reparadas e até mesmo comprometer a durabilidade no revestimento;
· Falta de controle sobre o consumo;
· Acerto da diluição, quando necessário, tendo em vista as condições do ambiente;
· Não podem ser aplicados em panos muito extensos tendo que prever áreas de aplicação com juntas;
· Não admitem retoques;
· O custo unitário das texturas é mais elevado que das tintas de acabamento liso variando, inclusive, segundo o grau de textura. Quanto mais rugoso, maior o custo. Os revestimentos texturizados são em média de quatro a seis vezes mais espessos do que uma pintura normal e consomem de 1,5 kg a 4,5kg, frente a 300g de um pintura.




Fonte:setorvidreiro.com.br



Você conhece o "Curso a distancia IBDA - CentrodEstudos? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Visite nossa página no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao - Curta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Porcelanato preto, branco, cinza e travertino.

Como aplicar verniz na madeira

Como escolher as cores para pintar a minha casa

O que é melhor? Tintas ou Texturas?

Como usar revestimentos de parede

Revestimento de parede externa em pedra

Como pintar móveis de formica

Como aplicar verniz na madeira

Textura de parede: uma forma agradável no revestimento

Revestimentos para piscinas

Como escolher a tinta ideal para o seu ambiente

Pintura na Construção Civil

Dicas de reforma: pintura de parede.

Como escolher o revestimento de parede ideal

Como remover uma textura e deixar a parede lisa novamente?

Tipos de vernizes

As Tintas na Proteção Anticorrosiva

Usando a cor para aumentar o ambiente

Paredes externas: dicas de revestimento

Como envernizar madeiras

Pisos de madeira de demolição: como escolher.

Tipos de grafiatos e texturas

O poder da cor na decoração de interiores

Como escolher as cores de tinta para pintar a casa

13 dicas para sua pintura ficar mais fácil.

Pintura de móveis antigos: dicas.

3 regras para decorar com cor em espaços pequenos

O Cobre na Arquitetura

Azulejos, dicas de assentamento.

Dicas para manutenção de pisos

Revestimentos para banheiros, o que usar?

Fachadas: causas comuns de ruína

Piso cerâmico, o que usar em casa?

A importância das cores

Pensando em fazer uma textura na parede?

Como combinar as cores da casa com a decoração

Repintura sem sustos

Revestimentos sustentáveis

Pisos frios: como usar e o que evitar na decoração

Evitando problemas durante pintura de imóvel

Orientações e cuidados para revestimento de piso com pedras naturais

O mistério do marketing das lajotas quebradas

Preservação arquitetônica e as Peles de vidro

Como conservar e dar brilho aos objetos de madeira

Com que tinta eu vou?